s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Marisa Barbosa Cajado
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
cancioneira@uol.com.br
Biografia

SER POETA DEL MUNDO

Ser poeta é saber fazer poesia
Mas ser Poeta del Mundo
E fazer a poesia sorrir
A poesia cantar sua doce melodia
De poesia a caminhar
E conduzir a poesia a penetrar
Os lares as escolas os centros políticos
Os meios culturais
E fazer da poesia em seus anais
História humanitária
Modificando a história literária.
E induzir a poesia a deixar
A letra morta para adentrar
O coração de toda a humanidade
E do coração humano extrair
A conquista da paz e liberdade.

Marisa Cajado
25/09/2010 - 0:46h


SOU A POESIA BENDITA

Venho de era, em era
Entre inverno e primavera
Buscando o renascer.
O meu tempo, é agora
Após a noite, a aurora
Muito tenho a dizer.

Quero falar da essência
No cerne da consciência
Do ser espiritual.
Quero contar sobre as luzes
Para os carregam cruzes
Da ingratidão material.

Vou descrever as benesses
Que valerão como preces
Balsamizando feridas.
Vou ensinar o remédio
Para remover o tédio
Que estagnou tantas vidas.

Vou contar dos meus passeios,
Dos infinitos enleios
Por entre astros e sóis,
Onde o sonho é realidade
Cantando na eternidade
Serenatas e arrebóis.

Sou a poesia bendita
Iluminando a desdita
No planeta, ainda em dor.
Minha escola sintetiza
Porque a Deus sintoniza
Materializando o amor.
Guarujá, 20/04/04 - 18:00h
Porque no mundo derramei poesia

Não faz mal que o mundo não compreenda
E deixe a crítica em reprimenda
Porque sei que muitos tem a venda
Da materialidade na visão.
Mesmo assim prossigo dia a dia
Anônima, coração só alegria
Porque no mundo derramei poesia
E isto basta ao meu coração.

Pouco importa a falta do dinheiro
Se o conforto não é companheiro
E querem me mudar o tempo inteiro
Pensando que eu vivo em dor.
Percebo sempre o povo em nostalgia
E é a paz minha companhia
Porque no mundo derramei poesia
Porque no mundo derramei amor.

ESTA POESIA

Tem dia que poesia
Não fica na gente
É teimosia
Rebeldia
Irreverente
Digo: Aquieta
Na fresta
Do coração
Não demora
Põe cabeça fora
E corre pra mão.
Sai da ostra
Dá mostra
De realizada
Só acalma
Se toca a alma
Só, na estrada.

biografia:

MARISA BARBOSA CAJADO


Autobiografia:

Nasci em Limeira, interior de São Paulo, a 05 de agosto de 1944, filha do casal Jandyra Barbosa Cajado e Nelson Amparo Cajado.

Tive uma infância e juventude tranquila, num lar feliz, juntamente com meus pais e meus irmãos, Neysa, Maria Zilda e Nelson Ubirajara.

Cursei pedagogia e me especializei em crianças excepcionais. Casei em 1966 e desta união nasceram, Emiliana, Luciana, Juliana e Fabiana, que constituem meu maior tesouro, acrescido dos genros Marcio e David e dos netinhos, Luis Felipe, Gabriela, Luiza e Pedro.

Ensinar, meu grande ideal o que fiz com amor, durante 30 anos, onde fui professora, coordenadora pedagógica e finalmente diretora no magistério estadual. Desenvolvi um projeto de alfabetização pela música AMA - A Música Alfabetizando e dou palestras sobre ele em várias cidades e estados brasileiros.

Abracei a literatura como escritora e palestrante, escrevendo sobre filosofia, espiritualidade, religiões em geral, poesia e educação integral.

Sou compositora atuando na área da música, fazendo ligação passado e presente; físico e espiritual, transcendente.

CURRICULUM
. Pedagoga
. Poetisa
. Musicista
. Web Designer
. Cadeira nº 75 da Academia de Ciências e Letras do Clube de Escritores de Piracicaba
. Cadeira nº 100 da Academia de Ciências e Letras do Clube de Escritores de Piracicaba - Decana de Conselho
. Membro da Academia To Kandar - Brasil & Portugal
. Membro da Confraria dos Poetas.
. Membro do Portal Cá Estamos Nós - Ponte Literária BrasiI & Portugal.
. Membro da Academia Virtual Luso- Brasileira de Letras
. Participante Projeto Unesco Alexandria poesia Contemporânea 2003
. Participante do Projeto Palavreiros Dia Mundial da Poesia 2003 e 2004
. Membro da Academia Virtual Brasileira de letras.
. Membro do Instituto de Poesia Universal.
. Participante de vários sites de literatura na Internet
. Colunista da FEAL
. Colunista do jornal virtual AKi tem Arte
. Colunista do Portal VMD Nascente
. Colunista da Academia To Kandar - Portugal
. Prêmio Concurso de Poesias Guarujá 2002 - Melhor jurada
. Prêmio Menção Especial Primeiro Concurso Internacional e Nacional de Trovas do Portal Cá estamos Nós
. Prêmio Poesia 2003 - categoria adultos - Guarujá SP
. Premio IV concurso Grandes Nomes da Nova literatura Brasileiras
. Premio Concurso Internacional de Poesias livres Celito Medeiros 2004
. Premio Pablo Neruda 2004 - Concurso Internacional A grande Chance - 1º colocação _ Sou a poesia Bendita
Livros editados :

Eu quero ser feliz,
Antologia do IV Concurso Grandes Nomes da Literatura Brasileira
Antologia à Eterna Alexandria, poesia Contemporânea brasileira 2003
Antologia Portal Cá Estamos Nós
Prêmio Concurso Internacional de Poesia Livre Celito Medeiros

Livros virtuais:

Uma rosa com amor
Foi Deus
Páginas Esparsas
Mensagens de Natal
Barco do amor
Amor Além

Livros no prelo:

Projeto AMA - Alfabetização por Música
1 Cd musical com as músicas da alfabetização.
1 CD rom animado
1 livro do professor
5 livros do aluno
Marisa Cajado e os Cancioneiros do Infinito
A Nova Poesia
Poetas na Cozinha?!

CDS gravados

Som em Sol - instrumental
Amor Além - cantado
Serenata de Paz - Cantado

http://www.marisacajado.com

cancioneira@uol.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s