s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Nazareth Tunholi
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
nazaretunholi@gmail.com
Biografia

Nazareth Tunholi

Nazareth Tunholi é natural de São Mateus – ES – Brasil. Graduada em Língua Portuguesa e em Jornalismo, Nazareth é autora do ensaio filosófico Considerações Básicas para a Ética na Literatura, premiado na França, pela Academie Internationale de Lutèce. Possui sete livros publicados: Transparência (poemas e contos); O Voo da Águia (poemas); Revelações (poemas e ensaio), 

Poemário 2013 – A doce rebeldia de pensar; Por Amor (poemas), Poética Amazônica e Livro de Ouro Brasília 50 Anos (escrito com P. Donato). Organizou quatro antologias “Ouro em Palavras e Imagens”; “XI Encontro Internacional de Escritoras”, “Por um Mundo Melhor” (organizadas com M. Fernandes) e “Sempre o Amor”. Primeira mulher a trabalhar no Banco do Brasil em São Mateus

- ES, dá nome ao troféu instituído pela Academia Internacional de Cultura: “TROFÉU DO MÉRITO JORNALISTA NAZARETH TUNHOLI”, em homenagem à sua fundadora. Foi presidente do XI Encuentro Internacional de Escritoras, realizado em Brasília, em 2014. LÁUREAS - Nazareth, recebeu várias homenagens e láureas, entre elas a Medalha do Mérito Cívico, outorgada pela Liga da Defesa Nacional, e a Medalha Amigos da Marinha do Brasil.

 

ESTUPENDO

 

O azul que hoje invade o céu

é tão safira quanto o meu ânimo.

 

O sol se robustece

em raios que parecem chispas

flamejando-me exóticas emoções,

com seus afagos fortes,

diante do mar.

 

No auge dos meus trinta anos,

solto a alma ardente,

que se expande na praia...

E mergulho na água gelada,

buscando esmeraldas sob as ondas.

 

Deliciosas são as sensações,

perfeita é a integração:

céu, mar, corpo, juventude,

show prazeroso aos olhos que observam

esta cena mágica em plena manhã...

 

E, quando saio da água gotejando prazer,

finjo que não vejo aquele curioso

que me olha com especial ternura.

Eu confesso:

gostei do seu olhar...

 

IDENTIDADE

 

A ave que saboreia

a liberdade, em voo,

pode ser tão feliz quanto

a planta que balança

grudada no chão.

Há em cada ser

a grandeza do existir,

a força de sua natureza,

a matéria que o identifica

e o faz único na Terra.

Mas a energia que tange os seres

brota das forças do universo,

do amor infinito de Deus,

que se derrama na natureza,

a se perpetuar pelas eras.

 

 

ÉDEN

 

Brisa suave de verão.

Corpos dourados sob um céu violeta,

à sombra da tarde, embriagam-se

de beijos e carícias...

E esmagam a grama viçosa,

na dança incontida

para alcançar o ápice

da junção...

E tocam tranquilamente

a felicidade,

em pleno jardim.

 

 

 

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s