s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Mia Malafaia
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
miamalafaia@gmail.com
Biografia

Mia Malafaia

Mia Malafaia, nasceu no Rio de Janeiro, tem 43 anos, jornalista, escritora. Publicou os livros Cara de Leão e Entrelinhas. Acadêmica ANBA, Membra da Febacla, Membra Correspondente do NÙCLEO ACADÊMICO DE LETRAS E ARTES DE BUENOS AIRES. Acadêmica da Divine Academie Française des Arts Letres et Culture. Doutora Honoris Causa em Direitos Humanos, Membra LITERARTE, membra ESCBRÀS. Delegada Cultural, Comendadora de Belas Artes. Administradora do blog:

www.miamalafaia.blogspot.com e da página MULHER BRASILEIRA!

 


NADA DE TI...

"Eis que não sei onde moras, não sei onde..
Não sei quase nada de ti.
Somos como duas estranhas,
Mesmo tendo saído de mim.

Nada sei, nada conheço
Daquela que um dia beijei
Hoje sequer reconheço.
O afeto que sempre doei!

Sem palavras, sem conversas
Pouco ou quase nada
De frases sempre desconexas

Laços de constrangimento
Sem liga, sem afeto

Não sei onde moras...
Não sei o que dizer
Quando a alma clama e chora
Um momento de prazer.

Não iremos trocar abraços
Poucos beijos de ti ganhei
Vejo desfeitos os laços
Em pequenos embaraços
Num instante em que cheguei.
Não entendo tanta distância
Se o que eu desejo, sempre te dei
O amor que hoje me negas
É o mesmo que sempre te amei."



VEM COMIGO... VEM VOAR!

"Vem comigo... vem voar!
Feche os olhos, sinta o clima
Pense alto, adentre o mar...
Relaxe o corpo, siga o ímã...
Vem comigo... vem amar!

Vamos de mãos atadas
Pelas estradas caminhar
Numa só cadência...
Os dois corpos aninhar!
Voe alto, voe junto
Voe sempre, sem parar!

Vem comigo... vem juntinho
Lá do alto decolar...
No abismo dos meus braços
Neste abraço eternizar
O amor que dentro transborda
E já não dá pra sufocar!

Vem comigo... vem voar!
Voa, voa gaivota
Em direção do mar...

Bata as asas sem demora
Vem depressa, vem agora
No meu peito repousar!"


ENGANO!

"Diz que ama, mas não dá um passo em direção
Vive de desculpas, esperando solução
Num mundo de comodismos,
"Achismos"... __ Ilusão!

Diz que ama, mas não pode decidir
A mente vive confusa,
Não lembra daquilo que acusa
Cala-se, sempre! Recusa...
Não dá o que pede, mas sabe exigir!

Diz que ama... entre abraços apertados!
Entre lençóis amarrotados...
Testemunhas da paixão.
Momentos de loucura,
Beijos, amassos, ternura...
Mentiras inocentes,
Que machuca tanto a gente
E fere o coração!

Diz que ama, chora e jura
Como quem deveras sente
O amor que tanto procura
No entanto, apenas mente!

Diz que ama, como quem amasse de fato
Mas não sai da zona de conforto
Como quem faz um aborto
Destrói a vida, num único ato!

É tão arrogante, tão autosuficiente
Tão perfeito... e tão ausente!
Incapaz de ver e sentir
Um palmo à sua frente!

Diz que ama... ama mas não sabe
Que amar é reciprocidade...
E que o amor em si não cabe
Pois transborda sua alegria,
Em gotas de felicidade!

Não ama! Não ama! Apenas engana...
A si, que pensa sentir
Aquilo que de fato não sente
Senão o engano de mentir
Arroubos que vive na cama!"

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s