s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Diogo Saraiva de Queiroz
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
diogosq@gmail.com
Biografia

Diogo Saraiva de Queiroz

Diogo Saraiva de Queiroz nasceu em 1981, em Montes Claros. Morou no interior de Minas Gerais até o ano 2000, quando se mudou para Belo Horizonte. Motivado por uma premiação aos quinze anos, o premio escolar “Paz y Cooperación 1994”  procurou, e procura, através dos anos a inspiração capaz de faze-lo produzir algo inspirador para outras pessoas.

 

Olha pra mim

 

Olha para mim você

Quem diz entender sobre o que todo mundo vê

Sobre a morte, a tiracolo, na esquina da sua casa

Olha para mim e repete mais uma vez

Quem está chocado com o ursinho esfaqueado da tv

Olha para mim você

Diz com convicção novamente que nunca viu coisa igual

Mente na minha cara e na sua também

Olha para mim e diz que faz algo pelo seu filho

Ou só espera que ele faça algo por você

 

Colcha de Retalhos  

 

Em uma noite de solidão

Sentindo-me frio como uma pedra

Costurei para mim uma colcha de retalhos

Usei ponteiros de relógio, fios de tempo

e imagens oníricas.

 

Com os fios grossos do passado,

Amarrei as brincadeiras de criança

Um amigo elefante cor-de-rosa

E o sorriso doce de meu pai.

 

Com o novelo embaraçado do presente

Bordei a face de um amigo distante

Meu coração partido, remendado

E um montanhoso horizonte desconhecido.

 

Nas transparentes linhas do futuro,

Em delicados nós, uma passagem sem volta coloquei.

Uma caneta sobre uma página em branco

E uma alegre, mas cheia de lágrimas, despedida.

 

Hoje, continuo frio como uma pedra.

Mas nunca mais tive uma noite de solidão

 

Amor secreto

 

No saco de pão eu escrevo um verso para você

Exuberante flor da primavera de único perfume e orvalho.

 

No caderno da escola escrevo um verso para você

Majestosa fruta do verão, sabor indescritível, aroma inesquecível.

 

Na parede de minha casa lembro-me de você

Eucalipto rosa, doce visão, eucalipto rosa com flores ao chão

 

Na lápide do meu túmulo descanso com você

Aqui jaz um amor secreto

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s