s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Luiz Otvio Oliani
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
oliani528@uol.com.br
Biografia

Luiz Otávio Oliani

LUIZ OTÁVIO OLIANI nasceu no Rio de Janeiro. É graduado em Letras e Direito. Como poeta, está em 80 livros coletivos nacionais e alguns estrangeiros, além de 450 publicações entre jornais, revistas e alternativos. Tem poemas publicados e vertidos para o inglês, francês, italiano, espanhol e holandês, bem como textos ilustrados em projetos ligados às artes plásticas. Atuou na Revista Literária Sociedade dos Poetas Novos, SPN, de 2000 a 2003, tendo entrevistado grandes nomes da literatura brasileira. Participou do CD Poemas musicados por Maury Sant´Ana, volume 1 (2008). Recebeu 70 prêmios, dentre os quais se destacam: Moção de Louvor e Reconhecimento da Câmara Municipal do Rio de Janeiro (2011); o Troféu Honra ao Mérito do Clube em Revista, como Poeta destaque de 2012, na Rádio Bandeirantes, Rio, AM, 1360 (2013), Menção Honrosa, Prêmio Vicente de Carvalho, concedida pela UBE / RJ (2014) ao livro dos entre-textos; eleito também como “O Melhor livro do ano” pelo Clube de Trovadores Capixabas, no Espírito Santo, no mesmo ano. Em 2011, foi citado como poeta contemporâneo por Carlos Nejar no livro “História da literatura brasileira: da Carta de Caminha aos contemporâneos”, SP, Leya e em “33 motivos para um crítico amar a poesia hoje”, obra de Igor Fagundes, RJ, Multifoco.  Teve obra poética estudada em projeto acadêmico na Faculdade de Letras na Universidade Federal de Sergipe (UFS), com poemas publicados e ilustrados por estudantes de escolas públicas de Sergipe e Bahia no livro “De olho na poesia”, organização da Beto Vianna e  Christina Ramalho. Publicou cinco livros de poesia: "Fora de órbita", 2007; "Espiral", 2009, "A eternidade dos dias", 2012, “Luiz Otávio Oliani entre-textos”, 2013, e “Luiz Otávio Oliani Entre-textos 2”, 2015.

 

O POETA E O OPERÁRIO

Luiz Otávio Oliani

A Maiakóvski

 

o que difere

o poeta do operário?

 

na maquinaria

o trabalho braçal

dá lugar à escolha

de substantivos

verbos

metáforas

 

se um carrega cimento

terra areia

o outro esculpe o ser

talha a essência

 

se um usa espaçador de piso

espátula roldana

o outro opera em silêncio

na construção do poema.

 

RESGATE

Luiz Otávio Oliani

 

como posso resgatar

o que não existe em mim?

ao beijar a solidão

eu me dispo por inteiro

da escória que é o homem

na inútil tentativa

de ser Deus por um minuto

 

RESÍDUOS

Luiz Otávio Oliani

 

um dia fomos

caule frutos

árvores entrelaçadas

 

agora não temos raízes

somos adubo

alimentamos a terra

 

importa

que morremos juntos

meu amor e eu

 

 

POEMAS EN ESPAÑOL

Traducción de Luis Arias Manzo

 

EL POETA Y EL TRABAJADOR

A Maiakóvski

 

¿En qué difiere

el poeta del trabajador?

 

La maquinaria

el trabajo de campo

da lugar a elegir

de los sustantivos

verbos

metáforas

 

Si una carga de cemento

tierra de arena

el otro esculpe el ser

talla la esencia.

 

Si uno utiliza el separador de piso

polea de espátula,

el otro trabaja en silencio

en la construcción del poema.


RESCATE

 

¿Cómo puedo rescatar

lo que no existe en mí?

besar en la soledad

yo me desnudé completamente

de la escoria humana

en la vana tentativa de

ser Dios por un minuto.

 

RESIDUOS

 

Un día fuimos

pedúnculo de la fruta

árboles entrelazados.

 

Ahora no tenemos raíces

somos composta

alimentamos la tierra.

 

Lo que importa

es morir juntos

mi amor y yo.

 

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s