s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Zeca Soares
Nacionalidad:
Portugal
E-mail:
zecasoares2002@yahoo.com.br
Biografia

Zeca Soares

Zeca Soares já entrou num Concurso Nacional de Pesquisa Histórica, em 2 Concursos Nacionais de Guionismo, em 2 Concursos Nacionais de Poesia, em 5 Concursos Internacionais de Poesia, em 2 Festivais Mundiais de Poesia, em 2 Concursos Nacionais de Romance, e no Concurso Internacional Amazon Breacktrough Novel Award, e já conta com 25 livros publicados em todo o mundo. Vende seus livros através da Amazon e da Kindle para todos os países do mundo. 


 

Apenas sente...

Pensar é não existir
E sentir é estar distraído...
Então como posso conseguir sorrir?
Sinto-me apenas um anjo caído...

Anjo que suas asas perdeu
Porque infelizmente um dia amou...
Por ter perdido o que era seu
E porque alguém tanto o magoou...

Então um conselho vou-te dar
Por Amor nunca deves chorar
E este poeta não te mente...

Pois quem te ama não te magoa
E faz como eu e Fernando Pessoa
E como nós apenas sente...

  

Tenho dias...

Que fico sem saber o que fazer,
Que sinto que fico sem pensar...
Sem saber se ando a sofrer,
Sem saber se ando a chorar...

Tenho dias...

Que quero desse sonho sair,
Quero noutra realidade acordar...
Quero um dia voltar a sorrir,
Desejo um dia voltar a amar...

São dias...

Mas também tenho dias,
Que desejo ver um diferente olhar...
Que me quebre as nostalgias,
Que me faça voltar a amar...

Tenho pena desses dias...

Pois sei que nada nem ninguém,
Me consegue tirar dessa dor...
Pois houve um dia alguém,
Que me fez desacreditar no Amor...

São dias...

Mas que Deus existe, eu sei,
Que um dia há-de me compensar...
Por tudo o que sofri e chorei,
Um dia hei-de voltar a amar...

Nesses dias...

Espero sinceramente encontrar,
Alguém que me venha tirar,
Essas memórias e  nostalgias...

Quero um dia deixar de sofrer,
Amar e de novo viver,
A esperança desses dias...

São dias...

 

 

Não consigo...

Não consigo simplesmente esquecer,
Tudo aquilo que se passou...
Não dá para compreender,
Porque tanto a vida me magoou...

Não consigo...

Perceber porque não consigo mais amar,
Porque raio não sai essa dor?...
Já estou farto de chorar,
Já estou farto do Amor...

Já não consigo...

Perceber porque tem de ser assim,
Querer e não poder ter...
E no princípio do meu fim,
Finalmente comecei a perceber...

Porque não consigo...

Aceitar que tive de perder,
Aquela que mais amei...
Acabei por simplesmente crescer,
Hoje percebo porque chorei...

Já consigo...

Perceber porque teve de ser assim,
E porque pertence ao passado...
Essa réstea de mim,
Que só me deixou magoado...

Só não consigo...

De novo voltar a amar,
De novo voltar a sorrir...
Quero deixar de chorar,
Quero um dia partir...

Não consigo...

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s