s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Lilian Maial [Cnsul - Vila Isabel-RJ]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
SONETO DO DESENGANO

Jurei, mil vezes, que nunca eu amaria,
E novamente esse brilho me cegou.
Na madrugada, outra lua antecipou,
O amanhecer que essa aurora me traria.

To decidida, inocente, eu no sabia,
Todo o lamento que o amor me reservou:
Dias de cu, que o poeta declamou,
Noites de breu, que a tristeza choraria.

Como semente, que explode a vida em cores,
Guardei nos sonhos a cura dessas dores,
Pra germinar pela luz dos olhos teus.

Carrego pouca iluso de estrela-guia,
Que aquele olhar, que me enchia de alegria,
o mesmo olhar, que me embaa e diz adeus.

******************

Luzes da Cidade

Na boca fria
a noite quente
teus dentes me sorriem fel
Tua lngua me corta
navalha afiada
tola gargalhada
E vem o silncio
a morte nos medos
golpe lento e preguioso
A carne estremece
h cheiro vazio
bolor de dvidas enganos
Velhos e cerzidos planos
h becos, bocas, bodas
...e nada me agrada
A cidade na janela outra
que os olhos destilam
surda de espaos
H esse cansao
sem cama sem lua
sem tinta sem letra

***********

TINTO TANGO

o momento rubro
como o tinto
da boca carmim

o sangue ferve
como o vinho
que desce queimando
[em desejos]

o tango aquece
como o calor
de lbios vidos
de vinho
de beijos
de amor

o tango gira
a cabea quente
o vinho ferve
a boca rubra...

o peito explode
o pensamento alcana
o amor se jorra
na taa tinta
do teu olhar...

o vinho
o beijo
o tango...

o momento carmim
a taa de sangue
o vinho loucura
o tango desejo

a boca rubra
a taa gira
o amor loucura
o vinho excita

bebo-te louca
beijo-te tinto
sorvo-te tango
amo-te boca
vejo-me rubra

**********

biografia:

Carioca, mdica, escreve desde a infncia, mas somente atravs da Internet, em incio de 1998, que teve oportunidade de expor seus trabalhos.
Em 1999, j participava de uma antologia - Novos Talentos da Literatura Nacional - Poesias - promovida pela editora virtual Ponto de Vista.
Em julho de 2000, publica seu primeiro livro: 'Enfim, renasci!', 135 poemas, pela editora Impetus.
Em 2001, participa do Primeiro Caderno de Poetrix, e da Antologia Cantinho do Poeta. Nesse mesmo ano, teve 3 poemas classificados, no concurso Mar & Amor, do site Mar de Poesias, cuja antologia foi lanada apenas em setembro de 2002.
Em 2002, lanamento da antologia EROS de Poesia Sensual, pela PD literatura. Tambm em 2002, lanamento da Coleo Prosa & Verso Volume I Projeto Palavras Azuis Editora Nova Letra, com o segundo volume lanado em 2003.
Ainda em 2002, Antologia Poetrix, com lanamentos no Cear, na Bahia, So Paulo e no Rio de Janeiro.
Em 2003, tambm lanada a Talento Feminino em Prosa e Verso, da REBRA.
Em 2004, o Talento Feminino em Prosa e Verso II e a antologia @teneu.poesi@, pela Editora Scortecci.
Em 2005, O Amor que move o Sol e outras Estrelas, antologia da REBRA, pela Editora Scortecci.
Alm disso, tem seus trabalhos divulgados em inmeros sites nacionais e internacionais, colaboradora da revista eletrnica e site internacional C Estamos Ns, de Portugal, e da Click Negcios, do site de Vnia Moreira Diniz, do Portal Blocos e Portal Mayt. filiada REBRA [Rede Brasileira de Escritoras]. Foi coordenadora do Movimento Internacional Poetrix Seo Rio de Janeiro.

http://www.lilianmaial.prosaeverso.com

http://www.lilianmaial.portalcen.org

lilian.maial@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s