s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Maria Anita Guedes
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
jorgeguedes25@hotmail.com
Biografia

Maria Anita Miranda Luz

(Maria Anita Guedes), Escritora, Poeta, Psicoterapeuta, Psicóloga Clínica, Apresentadora de Programas na Web Rádio e Web Tv Espaço Jorge Guedes, brasileira, Baiana, tem 7 obras publicadas, reside no Brasil,  morou em Portugal de 2003 a 2012 -  desde então vem conquistando credibilidade junto a comunidade médica e espiritualista, fazendo pesquisas na área comportamental, na psicografia, em métodos que desenvolvam a auto estima, na reflexão, na conscientização e estudos relacionados a antropologia; nos seguintes países: Brasil, Portugal, França, Alemanha, Israel.

Gritas!

 

Porque dentro do teu Universo mental, só encontras divergências…

Tentas adentrar nos horizontes ardentes,

Sedentos por Paz,

Gritas!

Gritas por clemência mas não te ouves,

Gritas para que se faça Luz na tua mente transtornada,

E, em fúria pelas turbulências, criadas por ti, gritas!

Gritas porque incandescente é a pobreza dos teus devaneios…

Não te inspiras confiança e, gritas!

Gritas porque fazes de ti o que não sabes sentir…

Onde estão os teus sonhos presentes,

quando o que sonhas já não te fazem companhia…?

No medo, gritas!

Gritas, sentimentos que se perdem no ar.

Gritas! Dizendo que é o teu jeito…

Mas, em verdade, gritas porque o mundo não te basta!

No vazio, gritas!

Gritas!

Vives só por viver?

 

Enganei-me…

 

Sou uma bela canção aos ouvidos daqueles que não me conhecem…

Satisfaço-me.

Sou tela abstrata de mim mesmo.

Tento recuperar-me no silêncio de minhas lágrimas,

Desconhecendo a importância da forma com que me exponho…

Na realidade do meu ser,

Compreendo que não passo de um simples borrão,

Mistura de tintas,

Na difícil tarefa que me auto-deleguei…

Enganei-me!

Tenho medo de mim,

Escondo-me na tristeza e nas falsas virtudes,

Evidenciando-me por trás das máscaras,

E dos moralismos infundados,

Não aceitando o fato que sou simples obra de arte,

Em fase de construção.

 

 

Mulher Dourada

 

Quando você estiver…, Exausta,

Se sentindo sem esperanças, beirando a tristeza,

Deixando cair lágrimas dos teus olhos,

Eu, silenciosamente irei enxugá-las.

Quando a vida se tornar hostil,

O tempo se tornar rude,

E, os amigos se distanciarem…

Silenciosamente, como uma ponte, entre ti e as incertezas,

Eu, irei me colocar,

Estarei do teu lado,

Quando você estiver em momentos turbulentos,

Quando você estiver no vazio,

E, o anoitecer vier violento,

Eu, carinhosamente irei confortar você.

Eu, silenciosamente ao seu lado continuarei.

Quando a escuridão chegar,

E, o sofrimento estiver ao seu redor,

Como água serena, eu irei me colocar.

Eu estarei ao seu lado...

Navegue mulher dourada,

Apenas navegue, nas ondas dos sonhos reais,

Sua vez chegou para brilhar,

E eu, silenciosamente ao seu lado permanecerei.

Todos os seus sonhos estão a caminho da realidade,

Abra os olhos!

Tenha coragem!

Veja como eles brilham…

Eu, silenciosamente, estou navegando com você.

Estou aqui para curar as feridas da sua mente,

Por isso, silenciosamente, continuarei ao seu lado.

Navegue, apenas navegue,

Não se intimide com os momentos turbulentos da vida…

Navegue mulher dourada…

Apenas navegue…

 

Autora: Maria Anita Guedes

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s