s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Natanael Jos de Lima Jnior
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
natanaeljr12@hotmail.com
Biografia

Natanael Lima Jr

Pernambucano do Cabo de Santo Agostinho, cidade da RM do Recife e radicado em Jaboatão dos Guararapes – PE, desde 1990. É graduado em Pedagogia pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (CE), pesquisador da literatura pernambucana, poeta e editor do site literário “Domingo com Poesia”. É membro da Academia de Estudos Literários e Linguísticos de Anápolis (GO), membro fundador da Academia Cabense de Letras (PE) e membro correspondente da Academia Petropolitana de Poesia Raul de Leoni (RJ). Têm poemas publicados em diversas antologias, jornais, revistas literárias, blogs e sites de Pernambuco e de outros estados. Na Web participa do blog “Poetas da Geração 80”, editado pelo poeta pernambucano Cícero Melo, do Portal de Poesia Ibero-Americana “Poetas de A a Z”, editado pelo escritor maranhense Antonio Miranda e do Portal Literário Interpoética (PE). Editou, na década de 80, os Alternativos Poéticos “Para não nos Esquecermos” (1984) e “Só(l) de Versos” (1985). O poema “Efêmeros” foi classificado entre os cem melhores poemas do Prêmio TOC140, Poesia no Twitter da Fliporto 2010 e classificado em terceiro lugar no XXXIII Concurso Internacional Literário, categoria poesia, promovido pela Edições AG, São Paulo. Foi Jurado do “2º Prêmio Solano Trindade de Poesia Afro-Brasileira”, 2010, realização da Secretaria de Cultura e Eventos da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes. É autor de quatro livros de poemas e o seu livro mais recente, editado pela Edições Bagaço foi  “À espera do último girassol & outros poemas”. Participou como debater e expositor em diversos eventos literários do estado. Participou da coordenação executiva da I Feira Literária do Jaboatão dos Guararapes – Fliguara 2011. Idealizador do projeto de criação da Casa do Poeta Jaboatonense “Alberto da Cunha Melo” e da Mostra Literária de Escritores de Jaboatão “A Gosto pra Literatura”. Recebeu da Academia Alquimia das Letras o diploma de “Magnum Opus 2012, pelos seus relevantes serviços prestados à cultura. 

 

INUMERÁVEIS AS NOITES

 

da janela do quarto

vejo a noite transfigurar-se bela

sutilmente bela

única, tímida, frágil

refletindo-se negra

alma, canção, poesia

 

inumeráveis as noites!

 

o universo se move

e as estrelas parecem imóveis

renegadas, esquecidas, abandonadas

nas madrugadas do teu corpo

 

inumeráveis as noites!

 

quis possuí-las

e as vislumbrei despidas

reveladas de corpo e alma

translúcidas vidas

 

inumeráveis as noites!

 

 

RUMOR DE ESTRELAS

 

Que céu permanece

infinito em nós?

Quem o enxerga

além da limitada vista?

 

Companheiros,

não se dispersem

na caminhada incerta,

permitam ascender mundos,

arrolar sonhos;

permitam ascender estrelas,

arrefecer trevas.

 

Companheiros,

cada instante é único

na caminhada de trôpegos e vacilantes passos.

 

Sutilíssima

é a existência humana,

tudo transcende

e germina.

 

 

MEU POEMA NÃO FAZ SILÊNCIO

 

meu poema não faz silêncio

e a ninguém cabe calá-lo

trago-o como herança no sangue

que pulsa e sangra

nos ombros do mundo

 

meu poema não faz silêncio

e a ninguém cabe calá-lo

trago-o como navalha que corta

o curso provinciano das horas

 

meu poema não faz silêncio

e a ninguém cabe calá-lo

trago-o de corpo e alma

pujante, visceral

 

meu poema não faz silêncio

e a ninguém cabe calá-lo

trago-o como primavera

em cada amanhecer

 

 

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s