s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

REJANE JARDIM
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
DETALHES

Pela tela do imaginrio eu vejo a humanidade s.
Gente buscando poder esquecendo que ser
Melhor do que ter.
Sorrisos forados, abraos comprados, vida no vivida.
Gente que pisa na fala de quem s deseja dizer um bom dia.
A musica escrita para um quarteto vem um solita e quer interpretar, no seria absurdo se na partitura houvesse lugar.
Mas tudo bem, a vida como um vento que sopra e muda as coisas de lugar.
Quem sabe essa poesia estranha consiga chegar aonde eu no consiga est.
A inveja e a amargura so doces na boca de quem perdeu o paladar.
Feliz a guia que elegante e mantm a postura mesmo nas alturas com seu olhar tridimensional, ela v muito mais alm dos outros animais que so racionais. E mesmo usando lupa no querem enxergar que hora de mudar.
Pra gente ser feliz, muda sim meu pas.
hora de mudar!
Olha pra deus Brasil, pra gente ser feliz.

..........................................................

AMOR NA TEORIA

Em tantos olhares, em muitos lugares palavras sorrisos artificiais.
Vento ao contrrio o desejo de muitos.
Essa cena ainda vai se repetir esse filme eu j vi.
As palavras de amor so teorias
Passaporte para mais um dia de decepo. Pois quem v o rosto no consegue v dentro do corao. Que poucos tem muito e muitos to pouco.
O que tem diz que no tem para no ter que repartir com aquele que no tem mais nada esto no fim da estrada.
E mesmo sem querer j no tem querer.
Os projetos e os sonhos esto parados na vontade daqueles que vo traando a teia da desigualdade.
Ento pra que cantar uma cano quando ela no condiz com seu jeito de viver aqui e ali?
As palavras de amor so teorias passaporte pra mais um dia de decepo.
Pois quem v o rosto no consegue v dentro do corao.
Dentro do corao s deus pode v.

........................................................................

MENINOS DE RUA

Vem olhar chega mais perto.
Outra vez eles esto ali.
No dia quente ou no claro da lua.
Muitos vo e vem passando, virando o rosto fingindo no notar.
Em baixo da escada, encostado no chafariz.
Na cama que o cho
Casa sem teto sem televiso.
Mas quando amanhece eles so a noticia.
Futuro da nao!
E vem outro dia nos cantos da cidade,
O cenrio no mudou.
Tudo igual, tudo outra vez.

Fotos fatos, sem explicao: futuro da nao.
Pedindo a Deus pra ver de novo a luz do sol.
Mas h esperana naquele sorriso.
Na grande selva de pedra, ele vai a meio a multido.
Ele segui cantarolando uma cano.
Que diz: Muda Brasil! Sou o futuro, estou aqui.
Olha pra mim.
O meu futuro depende de voc!!!


biografia:

REJANE JARDIM
Reside em Campo Grande-MS - Brasil
Cantora, Compositora e Escritora.
Faz um trabalho cultural com as Crianas Portadoras de Necessidades Especiais.
E gostaria de Interagir com os membros de Poeta do Mundo.

rejanejardim@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s