s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Michelle Franzini Zanin
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
michelleescritora@yahoo.com.br
Pertenece a la Directiva
Biografia

Michelle Franzini Zanin

Paulista de Araraquara, nasceu em 1994, é escritora e poetisa.

É membro do Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Buenos Aires.

É membro da Academia Araraquarense de Letras, ocupando a cadeira n°24.

É membro da AEAR.

Colunista do jornal impresso Gazeta de Américo.

Palestrante nas escolas públicas, particulares e empresas, com o tema: A importância da literatura.

Colabora com  diversos veículos de comunicação impressos, mídia televisiva e eletrônicos do Brasil e do exterior.

Estudante de  jornalismo.

Autora das antologias poéticas Vida. Editora Zerocriativa/2012  e Metáforas.Editora

Livre Expressão/2013.

 

Amor Espetacular

 

Amor de cinema

Amor de novela

Um espetáculo a parte

Quente como o teatro

Pronto para ser vivido

Brota no peito de forma discreta

Como quem não quer nada

De repente toma conta de tudo

Só depende de mim e de ti para ser protagonizado

Sempre sonhei com este momento

Sempre quis saber o que significa  afeição

Só sei que te amo

Sei que te zelo

Quero vivenciar este momento

Vamos nos despir

Deixar o amor fluir

Fazer um belo espetáculo com o intuito de ser aplaudido

Estamos escrevendo nosso destino

Vivendo uma paixão de despertar inveja na pobre Julieta

Nosso amor é intenso

Domina tudo ao redor

Ao nos beijarmos conseguimos tocar a alma um do outro

Somos uma obra á parte

Um dia iremos despertar a libido na doce menina

Vivemos intensamente

Enamorados, pois somos namorados

Queremos um amor sem consequências

Que nos ensine a superar

Vivemos um amor de juventude que mostra o quanto crescemos

Ardente como o fogo

Com o passar dos anos vai apagando sua chama, esfriando

Se tornando calmo, maduro

Já não somos mais duas crianças

Queremos companheirismo

Uma prova de que nos amamos

Não nos resta outra escolha

De forma adulta damos as mãos e decretamos o fim do primeiro ato

Mas este não é o nosso fim, somente o intervalo

Porque o espetáculo deve continuar.

 Michelle F Zanin

 

Retrato

 

Não é somente um retrato, é uma marca no tempo.

É o registro de algo que ficará gravado para sempre.

Irá trazer lembranças de uma tarde de verão.

Lembrança do vento que balançava os cabelos, lembranças das risadas, lembranças carinhosas de queridos amigos.

Algo que irá resistir à morte.

Algo que será visto por pessoas que ainda não nasceram.

Um simples retrato, que irá despertar a imaginação, irá conduzir o observador a um tempo onde tudo parece ser mais simples,mais singelo.

É a prova de que ouve um passado.

É a lembrança viva de um lugar que um dia deixará de existir.

É o registro de algo que poderá virar história.

É apenas um retrato, capaz de encantar.

Um  simples retrato, com a capacidade de reunir gerações que o tempo afastou.

 Michelle F Zanin

 

 

Borboleta.

 

Voa leve como o vento, voa com alegria,

Voa como se não importasse o resto,

Mostra para o mundo a beleza contida em cores.

 

Voa borboleta, leva alegria para os tristes, cores para os cegos, esperança para os que não a tem.

 

Mostra à humanidade a simplicidade presente em ti e como a vida pode ser leve como o bater de tuas asas.

 

Ensina ás pessoas que mesmo nas coisas mais simples que passam despercebidas há muito que se admirar e aprender.

Mostra as coisas além das aparências e nos ensina que mesmo nos seres mais feios há beleza, basta apenas se entrega à metamorfose.

Ensina que na vida sempre existem flores mais coloridas, campos mais verdes e com paciência se consegue chegar longe.

Voa pela alma daqueles que se deixaram cegar por não perceber a luz e ensina à humanidade que, sempre, após o inverno vem o verão trazendo raios de sol.

Michelle F Zanin.

 

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s