s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Cleonidia Franco Nogueira
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
cleoanselmo@gmail.com
Biografia

SEM MÁSCARAS

Que APARÊNCIA bela a daquele alguém;

dir-se-ia até que perfeita. Não aparecem manchas,

nem falhas ou muito menos semblante de tristeza.

Mas será real ou sincera toda essa impecável postura?

Será que há transparência em todo esse aparente

bom proceder ou viver? O que a casca apresenta

é o mesmo que contém em seu interior?

Estará o coração de tal possível perfeição, tão

puro assim e tão feliz?

É possível, porém dificilmente é assim.

Diz-se sem medo que não só um punhado de

pessoas, mas a grande maioria, se reveste de 

MÁSCARAS. Usa-se tão lindos adereços que

não se percebe o real conteúdo.

O que é preocupante e até triste é que quando

alguém põe uma máscara, há uma tristeza

em seu coração, pois não pode usufruir do que se

é realmente. É viver uma falsa alegria, é não ter

o prazer de saber o que pensam com sinceridade

de você. É mentir até pra si próprio.

Seria tão melhor desnudar-se da aparência,

sem medo de sofrer, sem temer não agradar,

e passar a ter um real e intenso VIVER.

 

PÁGINAS DA VIDA

Escritas em mundos
Com Letras de Fogo
Em Instantes de sufoco
Dentro de um Martírio profundo...
Delírios da Alma
Gemidos do coração
Sombras que vagam
Buscando a Razão...
Nos dias que consomem
A luta pela sobrevivência
Batalhas que fazem
Às vezes, se viver na abstinência...
Caminhante Peregrino
Vai-se montando o Livro
Construindo em lágrimas
Folheando em prantos
Em Cada Parágrafo
Novo capítulo Criado
Revelando o Ser Humano
Sua Vida. Seu Amor.
Como árvore gera frutos
Estações em Itens
Entre o sonho e a Realidade...
Vírgulas tornam-se amizades
Para as horas de solidão
Mas, é uma Vida
Enfim, decifrada
Em Paginas 
Que no final se tem
Um Livro além da Imaginação
Apenas de Verdades
De corações que venceram
Por Amor...

 

A VIDA NÃO É UM SIMPLES RASCUNHO.

A. Vida, algumas vezes , gostaria de ser uma folha em branco,

pronta ser escrita ou remodelada.

É tão cômodo fazer um rascunho. Nele,

o erro não traz preocupação. Pode-se,

a cada folha mal escrita, amassá-la e jogá-la ao vento.

Isso não trará nenhuma tristeza ou dor, nem mesmo

Desperdício, pois tal papel  pode ser reciclado.

E começa-se uma nova escrita.

Com a vida não se faz assim. Nela, ao escrevermos suas páginas,

Não  é simples cometer certas falhas.

Amassar as folhas que as contém e livrar-se dela.

Um deslize, uma má escolha, uma palavra

Mal empregada trazem, muitas vezes sérias conseqüências.

Temos a felicidade e graça de podermos solicitar

Ao  Ator da Vida que renove alguns papéis  e os passe a limpo,

Reescrevendo nossa história,  mas, diferentemente,

De um simples rascunho errado, que se esquece e não interfere

No novo, a nossa vida, mesmo que restaurada ainda sente

Com a lembrança ou com a dor de um risco mal traçado,

De um papel amassado

Cléo Anselmo

04/09/2012


 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s