s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Constantino Grigrio dos Santos
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
constan_baruc@hotmail.com
Biografia

FOI NAQUELE DIA

 

Não consigo mais ouvir minha alma
Desde aquele dia que meu pensamento
Afagou seus cabelos, entrou nos seus olhos
E visitou seu coração.

Era noite de luar
Um raro e lindo luar
O único e sublime 
O  mais maravilhoso
De toda Europa Central
Luar do céu estrelado de Istambul
E o vento sorrindo assoviava
Em meu ouvido, cantando
Entre as palmeiras: "Era outono, era outono...”

Sim! Era outono quando conheci
A face do amor inesperado (...)

 

 

 

***********#************

 

 

 

VERSOS DE BRISA

 

 

Pego e subo pelos seus cabelos
Chego à torre do seu olhar
E pergunto a menina que aí está
Até quando vai resistir 
Ao mar, ao sol e a lua
E não vê o meu infinito desejo
Que se esvaí pelo tempo... Único tempo
Pouco tempo, que inventei para te amar.

Para uma anja beija-flor
voando num espaço
mitológico das cores.

 

 

 

 

 

 

**************#****************

 

 

 

ELLA

A minha alma avizinhou-se da sua
Minhas carícias a deixaram em pele nua
Assanhastes a espada fatiando
Sua maçã em infinitos gomos de prazer
Ah! amanheceu entre os seus seios
Os raios de sol vestiam seu corpo, já era dia...
 o horizonte mais uma vez brilhou em teu sorriso...
E como acordei feliz dentro de ti...

 

 

 

 

 

 

Constantino Grigório dos Santos ( Baruc)

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s