s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Eustquio Mrio Ribeira Braga
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

© SER POETA
Pablo Nykcaht

Ser poeta é ser artista
mocinho e bandido ao mesmo tempo
é morrer num dia e renascer no outro

Ser poeta é ter várias faces
mas manter a mesma cara
e ter vários nomes e pseudônimos

Ser poeta é ser malabarista
andar na corda bamba e saber
não perder o rebolado
mesmo estando dependurado

Ser poeta é ser arquiteto
mesmo tendo várias casas
vários cenários
e nenhum teto

Ser poeta é ser engenheiro
ter Engenho e Arte
para qualquer parte
que o eu-lírico for guiado

Ser poeta é ser timoneiro
mesmo não tendo navio
e nem nenhuma musa no cio

Ser poeta é ser analfabeto
mesmo sendo letrado
ignorar as regras e as métricas
concordância e regência
é levar a vida na paciência
é dominar a Arte Poética
sem seguir nenhuma ciência

Ser poeta é ser mágico
esconder letras e fazer aparecer palavras
é pontuar errado e produzir o sentido certo
é acentuar incorretamente e acertar a escanção
é enganar a letra e rimar a melodia à cancão

Ser poeta é ser razão e emoção
é raciocinar no devaneio
e devanear a emoção
mesmo que seja piegas
finge só para quebrar regras.

Ser poeta é ser macho e fêmea
é se despir dos preconceitos
e criar sem medo
É o invadir mundos distintos
é seguir a luz do instinto
é vestir anágua e por cueca
é tirar a calcinha e o paletó
é ser louco de dar nó
é ser tudo ao mesmo tempo
é ser assexuado
mesmo estando invertendo os lados
de uma só moeda?

Publicado na Antologia \'Poesia Só Poesia\', da Editora Novas Letras

FAZER AMOR

Faço tudo com minha amante,
menos Amor,
esse o faço com as letras,
quiçá com as palavras.

Ondas de calor
na cópula...
entre tinta e papel;
telas e pichéis
tudo se revira
e vira verso

Da estrofe
vem o ato
da crase o beijo
da elisão o contato
da rima o gemido
da tonacidade o ritmo
em movimento...

A sonoridade vem
em hictos
partes de um todo
pausa e hiatos
nas mãos que passeiam
escanção silábica
no tremer de veias
não tão poéticas
mas cheias de sangue
numa trama orgástica
de suor e lágrimas
duas redondilhas
concreto poema ereto
abstrata moldura
decassílabos heróicos
de um ser Sáfico
nos jogos eróticos
que unem autor e leitor...

biografia:

Eustáquio Mário Ribeiro Braga [THACKYN]

Nascido em 19 de agosto de 1963, em Belo Horizonte [MG], Eustáquio é filho de Santa de Oliveira Souza e Otávio Ribeiro. Graduado em Letras - Português/Inglês, no Centro Universitário de Belo Horizonte [UNI-BH], em 2004. Está casado com Anita Maria de Freitas Nunes, cientista social, natural da Ilha da Madeira - Portugal. Trabalha no Centro de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro, onde é Coordenador Administrativo e Financeiro da Pesquisa de Emprego e Desemprego [PED/RMBH]; foi eleito pela segunda vez presidente da Associação dos Empregados da Fundação João Pinheiro [1997/1999 e 2005/2007]. Nunca publicou livro solo e suas poesias estão viajando livres pelo espaço virtual, assim como os seus pensamentos de poeta. Seus trabalhos podem ser vistos em páginas culturais ou em listas de poesias, principalmente nas páginas da Usina de Letras, Blocos, Casa do Bruxo, Lunas e Amigos, Portal Cá Estamos Nós, Vânia Diniz, Garganta da Serpente e Planeta Literatura. Fundou a lista Pensar Poesias e a da turma de Letras do UNI-BH. Participou de algumas antologias da Câmara Brasileira de Jovens Escritores, com destaque para a 1ª Antologia do Cantinho do Poeta, Rio de Janeiro, em julho/2001, bem como foi premiado por Arnaldo Giraldo com a publicação do seu poema \'Linguagens\' na Coletânea Árvore da vida, em novembro/2003. Teve o seu poema \'Girassóis\' selecionado e publicado na Antologia Tempo de Poesia, da Editora Novas Letras, em setembro/2003, já no ano seguinte, teve cinco poemas [com um poema seu e quatro de heterônimos distintos] selecionados para a Antologia: Poesia Só Poesia. Foi escolhido para participar da Antologia Estrelas Assíduas, com o poema \'mulher-lua-sol\' que foi publicado no Portal \'Cá Estamos Nós\', através de E-book, em parceria com a Página da Magriça, em janeiro/2004. Participou da I Antologia do Portal \'Cá Estamos Nós\', em maio de 2004, e no mesmo ano participou da 1ª Antologia Poética – Edição Histórica, da Academia Virtual Brasileira de Letras [AVBL]. Participou também de vários E-books de vários Portais de Literatura [Buquê de Versos; Encontro; Natureza, Vida e Universo; O Amor; Saudades; com destaque para a I Grande Antologia de Natal, do Portal Cá Estamos Nós, que foi gravada CD].

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s