s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Danbia Rodrigues Pena Garcia
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

AUSÊNCIA

[Danúbia Rodrigues]

Uma rosa, um espinho
Um carinho com amor
Um perfume perigoso
Traz um suspiro embriagador.

Um beijo roubado
Um amor sem cuidado
Um ser controlado
Titubeia de dor.

Um ciúme descompensado
Uma posse sobre o ser adorado
Um sentimento sufocado
Desabrocha como flor.

Um presságio sentido
Um intelecto dividido
Um coração sofrido
Traz o amor sentido.

DESILUSÃO!

[Danúbia Rodrigues]

O ar frio da noite
Calmo e sereno
Fere-me como um açoite
Tua lembrança me envenena
Tuas palavras outra hora ditas,
Hoje tão longe
Fez-me pessimista
Chego a acreditar que esconde
A verdade fria e cruel
Daquilo que para mim foi real
Tu me prometeste o céu
Mas foste apenas banal
Há quanto tempo venho sorrindo
Já sem nenhum brilho no olhar!
Venho-me sentindo assim
Simplesmente por te amar.

REFLEXOS

[Danúbia Rodrigues]

Às vezes é irreal o seu impacto
Uma dor sem a menor explicação
Desabrocha e aflora em horas inexplicáveis
Embriaga e transforma tudo e todos
Transformando desconfiança em lealdade
Admitindo mais falhas do que o normal
Sonhamos tanto que é mais fácil viver
Espera urgentemente pelo carinho
A distância é uma lacuna intolerável
A paixão submete os físicos
Os corpos se entrelaçam em adequação
Entregando plenamente aos sentidos
Descobrindo que não há pudores
Absorvendo cada sensação
Esquece tudo nesses momentos
Falando mais com os olhares
Os beijos controlam a situação
Explicações são desnecessárias
Quando o racional está submetido ao amor
Vivendo plenamente a sua descoberta.

BIOGRAFIA:
Danúbia Rodrigues Pena Garcia


Danúbia Rodrigues, 1983, natural de Quirinópolis-Go, interior do Brasil. O seu despertar para a Poesia manifestou-se ainda criança, em concurso de uma escola pública e simples da rede municipal de sua cidade, onde concluiu o Ensino Fundamental. De família protestante, teve por parte desta várias vezes questionamento e críticas sobre sua necessidade de escrever e ler poesias e romances. É formada em História pela Universidade Estadual de Goiás \'UEG\', 2008. Casada e mãe de uma filha, vem, por meio de sua escrita propor um mundo de amor, sonho, utopias, dor, ganância, pecado e erotismo. Ela acredita na dualidade de sua escrita como um dos seus maiores diferenciais: um pouco divino, um pouco profano, tudo misturado com reações que levam a sonhar, odiar e amar. E assim, a poeta da dualidade compõe a base dos reflexos de sua personalidade na escrita.

biarodrigues35@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s