s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Evandro Marques de Souza Gomes
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
As ruas da infncia

Havia uma praa
que exalava jasmineiros e fantasias
Havia uma bola que nunca
chegava viva ao fim do dia
Havia um quintal que cabia
por inteiro na palma da mo
Havia um esconderijo
que acolhia toda infante rebeldia
Havia um desejo sempre maior
do que podia o corao
Aquelas ruas da infncia
me pareciam que apenas iam...
Apenas iam...

Cheiros

Esse cheiro
que trago nos dedos
ser o cheiro
das estrelas e dos cos
ou apenas
o cheiro das pequenas coisas
que no toquei
porque tive medo?

culos escuros aro 33

A paixo a sombra
Que boceja de sono
Na preguia do vero

Uma folha que cai
Ferida de outono
No edredom do cho

A paixo flor de ais
Plen que se vai
No rebojo do vento

Uma bolha de sabo
Universo que paira
No desvo do tempo

O amor no paixo
msica gravada
Nas trilhas do sucesso

o corao que esmola
Agulha encravada
Na teimosia dos versos

O amor um poema antigo
Disco de 33 rotaes
Com as canes do Cartola

As rosas no falam
Apenas murmuram paixes
E amores na vitrola



BIOGRAFA:
Evandro Gomes
Evandro Marques de Souza Gomes
Camaqu RS
nasceu em Porto Alegre em 11 de agosto de 1958. Foi o precursor da poesia modernista em Camaqu com a edio de Cacos & Insetos, em 1979. De l para c tem evitado ser manchete literria vindo a publicar somente quando so lanadas coletneas da CAPOCAM. Atualmente tem recebido visitas poticas quase que dirias, e apesar da crise mundial pretende publicar um novo livro.



evandro.gomes@brturbo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s