s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Clvis Edmar Paulino
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Vamos sorrir

Termina um final de semana vivido
Escuto breves boleros carregados
Deixo cantar chorando Vitor Escobar
Para a ternura necessária não enfraquecer
Frente a necessidade de ser duro
Firme em cada dia de viver

Tomo chá, observado por gatos
Corrijo relatórios de alunos de Pedagogia
E penso como a vida é bonita

E peço, vamos com vontade
Vamos amigas e amigos
Vamos amores
Vamos sorrir
A tanto para fazer

Os inimigos
Se alimentam de nossos medos
Mas se embaraçam
Frente ao nosso sorriso
Nosso pensar, mais amplo, mais sincero
Que não se curva a pequenos quereres
O poder e a força de saber viver

Vamos amigas e amigos
Vamos amores
Vamos sorrir
A cada gesto
A cada realização
Para saber apreciar
Canteiros e canteiros
No desabrojar de coragem
Num mágico construir
Humano mítico ser
Vamos
Vamos sorrir

Uma manhã cinza e o sentir

Sentimento da falta do sentimento
Sentimento com muito de você
Nos poeminhas o sentimento
Que se sente mesmo longe
Longe e todo o tempo
Tempo que faz construção
De todos os conceitos
E preceitos
Que faz todas as diferenças
E quebra alianças
E quem sem direito
E que fez o português
A língua que falo e escrevo
Para por no meu peito
Sentimento
Saudade de você

Mas vê, perceba
Que sinta quem sente
E sem confusões se agüente
Se foi expressado
Em versos
O sentimento é confortado
Ganha um memorial
E ficará olvidado
Por todos os tempos
Se assim for o fado

E
Se vai dizer
Que não há sentir assim
Pena
Parece que a Poesia
Não alcança a todos do mesmo jeito
E só alguns
Carregam no peito
Por própria vontade
Uma completa saudade

Doce vinho branco

Para você não meio triste
Convido você para o cinema
Para assistir \'A onda\'
Ou \'Contador de História\'
Ou para dar uma volta por aí
Falar e falar e ouvir o silêncio
Ou caminhar na praia
Numa noite fria
E rir da vida
Não vale mencionar mestrado

Parece sem senso
Parece loucura
Mas é para um bom sorriso
O teu
Levo o meu
E pego tua mão
Te faço massagem
Em tua cabeça
Para atingir teu ego

Parece idiota demais
Mas não tem drogas
Nem mesmo álcool
E vou dirigir
Você só tem que estar
Ser e ser

E olha só
O que estão discutindo por aí
\'Utopia na vida sexual e afetiva: crise e superação das fórmulas de perfeição na cama e no amor\'
Interessante?
Só se for para sorrir
Be strong
Na casa do vinho branco

Parece loucura
As margaridas
E não as rosas
Um domínio do losing game
E fica o convite
Como um carinho
Para nenhuma bagunça
Em você sem morfina
Como me acorda
Em Casa Portugal

Parece loucura
Parece loucura
Mas é para um bom sorriso
O teu
Um tão bom
Que tem origem no teu coração

Mas se pedires
Peço a cabeça
Dos poetas
E coloco para tocar
Amy Winehouse
Que pega a caixa
E sacode a samambaia

biografia:
Clóvis Edmar Paulino


Engenheiro e Pedagogo!

cedpaulino@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s