s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Iara Franco
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
AMOR

Esta melancolia, este cismar profundo,
Este olhar distante, este clamor do mundo,
Que apenas eu escuto e o eco silencia
Este pesar que veio torturar minha alma,
Esta ausncia de paz, esta ausncia de calma,
Esta tortura atroz que me angustia.
Esta falta de luz onde levo os meus passos,
Esta fremncia repentina da minha voz,
Este tdio, este desejo louco de afogar-me em pranto;
Esta inquietude, este cansao, este canto
De caminhar dentro da noite, a ss...
Este pensar obstinado e louco
Que vai a minha vida pouco a pouco
Consumindo, numa cruel e imensurvel dor....
Tu me trouxeste com o teu beijo ardente
Teus olhos de sonho, tua voz envolvente,
E tem um nome apenas: somente um nome: AMOR.

MOMENTO

Tu fugias de um passado
E eu procurava esquecer o presente
Ficamos de repente lado a lado
Um par mudo, quase ausente

Depois...
Minhas mos j entre as tuas
Meus olhos que no fugiam dos teus
Nossas carnes se unindo nuas
Teus braos envolvendo os meus

Foi assim que nos conhecemos
Numa fuga que fizemos da realidade
Ingressando, por um momento, onde de tudo se imagina
Contanto que se alcance a felicidade.

NOITE VAZIA

Porque noite fostes, assim, to vazia?
Condenando-me a esta triste nostalgia...
Porque? Porque no mereci um pouco de alegria?
Porque noite fostes, assim, to vazia?

Noite que custou a passar...
Noite escura sem luar...
Noite em que a msica que se ouvia,
Era o soluo de um pranto
Noite onde o orvalho com sua magia
Era uma lgrima em cada canto

Noite que adoramos extasiados
Quando algum conosco espera o dia,
Noite porm, que nos deixa assustados
Quando s as sombras nos fazem companhia
Porque noite fostes, assim, to vazia?

biografia:
Iara Franco

Sou geminiana, talvez por isso, ame tanto o outono. Nasci pela manh, aqui na minha Rio Grande, RS. Sempre vivi aqui. Me formei em Artes Visuais pela Fundao Universidade Federal do Rio Grande. Sempre gostei muito de poesias e em tudo que via, sentia, ganhava ou perdia, eu registrava fazendo poesias. Guardei-as muitos anos. Um dia, tirei-as da gaveta e comeei a public-las. Nunca mais parei. Estou sempre em contato com o que mais aprecio: O MAR. E perto dele, me sinto sereia. Vou ao seu encontro, sonho com o amor olhando o vai e vem das ondas. Amo por inteiro. Amo poesia, o mar, dias de chuva, encontrar a lua, o sopro do minuano, amo arte, danar, famlia... amo amar, sorrir, chorar, emoes... amo beijar, carinhar, amo a vida. Sou professora de artes visuais, artista plstica e ceramista. Mexer com ceramica materializar a poesia. Sou uma romntica inveterada, uma mulher que quer viver eternamente apaixonada!!!

Tentei enviar minha foto, mas no estou conseguindo.

mariararte@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s