s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Jos Silveirinha
Nacionalidad:
Portugal
E-mail:
Biografia

TEMPO QUENTE NO DELTA DO RIO DAS PÉROLAS

Suspiros da maresia

Voltejantes libelinhas
verdes azuis e vermelhas

Dançarinas estonteantes
Raios de luz dardejantes
ofuscantes e ondulantes

em centelhas de harmonia

José Silveirinha
27 de Outubro de 2010

___________________________

Vagueando.


E o poema escorre nas pedras
de azul risonho.
E eu arremesso do sol
um sonho de oiro.
E piso o horizonte com harpejos felizes,
E sonho com pégadas calcadas
na transparência, no amor.

Espadas e cavalos cruzam-se em pontos de côr, ali.
não, não !
não se riam de mim !
Pensem que as nuvens descem,
E o sol sobe, e a luz vem.
E tu cantas no meu coração
Feito de urzes celestes.

José Silveirinha
Maio 1976

________________________

Negra é a noite,
Mais negra é a morte.
Negro é o mal,
E negra a tristeza.
Negro o sofrimento, e negra a solidão.
Só os teus lábios negros
Molhados de luz me alegram
Ah, e também
O cantar dos grilos
de asas negras.

09.06.85
José Silveirinha

______________________________

biografia:
José Silveirinha

Nasceu em 1961 em Lisboa, Portugal
Vive em Macau, China desde 1983

josilvei@macau.ctm.net

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s