s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Camila Senna
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Livre...

Meu corpo tem andado por histrias mal resolvidas.
Penso - Que corrida que eu dei at chegar aqui... Ufa!
Tem pisado em casebres assombrados...
Tem trilhado o que seria um achado, que o amor.

Me sinto gigante diante de tudo que vivi.
Posso dizer que sobrevivi.
Sofri, mas aprendi.

Dei uma volta nas tempestades.
Passei a perna na hereditariedade.
Hoje estou aqui!
Livre e dona de mim.
Livre no pensar,
Livre no agir,
Livre, livre e livre.

As cordas que me amarravam feito boneca de teatro...
Soltaram-se por si s,
Libertaram-se de mim, e eu delas.
Me liberaram para outra melhor, e eu a elas.

Quando me d na telha,
Pego o papel branco e sobre ele refao minhas trilhas.
Invento minhas ilhas...
Desfilo por minhas passarelas...
Corro sobre minhas avenidas,
Pinto minhas aquarelas.

[[[ Camila Senna ]]]]

Sacudindo o teatro em mim...

Hoje a felicidade me arrastou para o palco da liberdade.
Eu estava de vestido floral, com cores laranja e amarelo.
Levantei a barra do meu vestido e me liberei, me sacudi, rodopiei.
Era tanta a euforia, que ao rodopiar eu no sabia, se era o vestido
que me cobria, ou os colibris da fantasia.
Meu rosto estava suado, minhas bochechas estavam vermelhas...
E o meu corpo? Estava quente e minha alma flutuante.
Tirei o peso das minhas pernas e ps, eles ficaram espertos e ligeiros.
O palco estremecia, mas no caia.
Ainda que casse, eu ia continuar danando...
Pois a alegria era tanta, que nada me abalaria.

A preguia? Mandei embora.
A rotina? Dei frias.
A vergonha? Demiti!
Tomei posse da minha autonomia.

Deixei fluir sem preceito a menina que no se cansa de mim.
Que vive a me rodear, sempre me convidando para bailar.
Que pula, que grita, que ri, que feliz!

[[[ Camila Senna ]]]

Essncia em mutao...

Estou como lagarta virando borboleta, em plena morfose.
Bebendo vinho com doses de ousadia...
Comendo do po da intrepidez...
Configurando minha vida e dando forma as minhas roupas.
Roupas vvidas e otimistas.
Alinhando meus passos, desenhando e colorindo os meus sonhos.
Buscando ser inteira, sem sombra, sem mcula.

Ser a histria lida e bem resolvida.
Ser avenida movimentada, no gosto de ruas paradas!
Ser o curso concludo no meu currculo.
Fazer do meu corpo instrumento vivo, ativo...
Produzindo msica...
Msica essa, que me levar s portas da promessa.

Ser o presente bendito sem envolto algum, recebido com prazer, com gozo.
Gozo esse, que trar a cada dia, felicidade para minha existncia,
em ligao direta com meu corao, sem indagao!

Horas poeta, horas artista.
Idealista, o que eu sou!
Sigo na pista em busca da conquista...
Conquista da superao.
Superao do velho, do novo.
Do que est por vir sem rejeio!

Na aquarela do meu viver, pintar meus sonhos.
Na cidadela da minha alma, ser estrela sem limite de durao.
Ser gua de dia, lmpida, branda e fresquinha...
E que venha o fogo de noite, acender meus desejos e repor minhas
energias.

[[[ Camila Senna]]]

biografia:
Camila Senna

Nasci do Estcio de S, no dia 27 de maro de 1986, mas resido da Cidade de Nova Iguau.
Comecei a escrever no ano de 2010, mas h havia em meu corao uma vontade estupenda de registrar todos os meus anseios, em busca de mim mesma, do outro, da vida.
Participo do Pontes dos Sonhos 1 do Brasil para Frankfurt, o melhor da nossa Terra, e Pontes dos Sonhos 2 feira de Guadalajara, participo tambm de duas antologias 'Poesias Encantadas' e ' Flor da Pele'.

Shalom.
http://minhaalmaepoesia.blogspot.com/

camila.senna@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s