s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Lcia de Ftima Guedes Lima
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
miriadefreitas@hotmail.com
Biografia

A ARTE IMITA A VIDA!

Teatralizar é vida, é arte em imitar...
A arte imita a vida, e a vida é arte,
O que é a vida em sua totalidade? É o abraçar,
Comédias, tragédias e um eterno drama parte a parte.

Somos atores, dançarinos, lutadores,
Autores de nossa própria história...
Colecionamos nossas obras dramáticas em afluíres
A dramaturgia cotidiana, eminentemente em nossa trajetória.

Arte e técnica teatral natural...
Está em nossa natureza,
Em períodos cíclicos a essência fenece, afinal,
Logo arrebenta, floresce e festeja

Há dramaturgia em primeiro ato...
Vir à luz, humanar-se, ao nascer
Quando nos vestimos de alegria, em aparato
Celebramos, A chegada no novo ser.

Seguem-se os atos, dramatúrgicos do viver...
Nossas formalidades, rituais do festejar, do celebrar
Batizar, aniversariar, casar, em cerimônias aprazer.
Na solenidade do promover, do realizar.

Vestimos o mais simbólico dos elementos cênicos
As mascaras das emoções, o estado de ânimo
Desperto dos sentimentos, em idéias, o fazer alegórico
O criar, o poetizar em e o lúdico brincar em gesto magnânimo

Enfim o ultimo ato derradeiro
Não mágico, onde tudo termina...
Destino trágico por Osíris, 'o fim' verdadeiro
A vida é o palco, o Théatron, Arte Divina.

Lufague

POETA É POESIA

Poetizar é tornar-se oferenda à vida em seu dom de criação
Ser poeta é fazer vir à tona pensamentos, é refinar sentimentos,
Quando deles percebe-se à magia, o lampejo, à vibração
É expressar o espírito em tela mental de contemplação.

Ser poeta é mergulhar silenciosamente em seu mar de si
Poetizar é atentar para o óbvio das coisas, em toda sua revelação
É de lá sensibilidade alavancar, fazendo espírito e inspiração fluir
É chamar atenção aos sentimentos, doando-se em emoção.

Poetizar é buscar no intimo, no âmago, sua criatividade
É possuir e entender no seu melhor, o dom da ilusão
É ficar em sintonia com universo, usando sua tenacidade
É doar um pouco mais de estimulo ao pensamento, é inspiração

Ser poeta é olhar com olho divino, à vida em sua imensa vastidão
É ter a sensibilidade nos diversos pontos de vista, ter clareza,
percepção
É ter espírito aguçado buscando a essência do pressentimento em expansão
É sentir-se em instante iluminado, em sua letargia de reflexão.

Poetizar é na intensidade das emoções, vestido de véus
Na luminosidade de sua sabedoria, conjugar-se em sublimação
È na euforia do ânimo, comprazer, achar-se em identificação
É na amorosidade dos sentimentos, sentir-se em realização.

Lufague

TECENDO À VIDA!

Sou tecelã, percebo a vida como um entrelace de instantes e sentimentos
Vou compondo minha teia em fios na coordenação ou inaptidão de minha
habilidade.

Vou tecendo à vida em ornamentação e entrecortar do fazer e refazer,
assim sou tecelã a entreter-me em fios.
Fios dourados e brilhantes, mas, que por vezes se enrolam em nós que só
a custo se desatam.

Tranço a vida também em cipós, que se tornam chicotes de açoites, ou em
contrapôs num emaranhado de fios de estopa que em serventia lavo os
sentimentos, esses que tecem as intrigas, as covardes disputas e por
fim, esses mesmos fios me limpam as culpas.

Vou tramando meus fios em teias de mera fortuna e infortúnios, feito à
teia de Penélope, no recomeçar indefinidamente, até me deparar ao acaso
com um filete de lâmina a cortar a trama de minha teia.

Lufague

biografia:
Lúcia de Fátima Guedes
,
meu Pseudônimo Lufague [as iniciais de meu
nome].
Sou brasileira, resido em Fortaleza- CE-Nordeste-Brasil.
O entusiasmo é o que me move ao prazer de escrever meus sentimentos e emoções.
Sou aprendiz de poeta, no devanear de meus sonhos, divago alto em pensamentos vãs...
Meus textos são reflexivos, em ponderação e consciência ao que cogito, porque considero que as palavras ditas e escritas, são para dá algum sentido ao branco que as preenchem.
Participo de alguns sites, tenho também um blog em que posto meus textos, participei de duas antologias poéticas, uma delas também online, enfim escrevo por veemência em busca de expressividade d' arte Poetizar!

sites que participo:
http://maresiaspoetasportugueses.ning.com/profile/Lufague

http://muraldosescritores.ning.com/profile/Lufague

Antologia
http://www.camarabrasileira.com/apol69-051.htm

meu blog
http://lufaguefreitas.blogspot.com/search?updated-max=2010-06-15T17%3A13%3A00-07%3A00&max-results=10

miriadefreitas@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s