s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Eduardo Samuel Ferreira
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
LUZ E CONSOLAO
Eduardo Samuel Ferreira

O poeta no pode entrar em depresso,
atravs das suas mos
todo o seu sofrimento vivenciado deve
ser transformado em luz e consolao.

Jamais andar cabisbaixo
porque deve ter e mostrar
o caminho da luz.
Se o bem for vivenciado nenhum pranto lhe conduz.

Indignar-se sim,
se revoltar jamais.
Ajudar a quem quiser ajuda
com a inspirao j capaz..

Jamais esperar elogios
ao entregar a sua poesia;
mas deve ter a conscincia tranqila
se escreveu com harmonia.

A vida do poeta
merece muita ateno
para no se tornar vtima
de subjugao.


ANTES DO CAIXO FECHAR
Eduardo Samuel Ferreira

Quando se fecha a tampa do caixo
nada mais se tem a dizer;
o tempo acabou do beijo que poderia ter sido dado,
o abrao pensado no poder acontecer.

Os filhos pedem perdo
para o corpo inerte.
Eu sempre te amei; alguns dizem no velrio.
A resposta o silncio de um oratrio.

O cnjuge chora copiosamente,
mas se encontravam anos divorciados.
Naquele momento a reflexo mostra
que o amor poderia ter sido vivenciado.

Mudemos a nossa conduta
antes do caixo fechar
para que dentro ou fora dele
nada tenhamos que reclamar.


A PRIMEIRA IMPRESSO
Eduardo Samuel Ferreira

A primeira impresso
nem sempre deve ficar,
com o passar do tempo
a viso pode mudar.

A carncia afetiva
confunde o corao
e pode afundar ainda mais
no grande mundo da iluso.

Antes de um novo relacionamento
coloque em ordem os sentimentos
para o corao no se tornar
um alojamento de lamentos.

Sorrir com o seu sorriso
aquilo que desejo.
Voc perseverante;
assim que sempre a vejo.


Biografia:
Eduardo Samuel Ferreira

Meu nome Eduardo Samuel Ferreira, sou poeta. Natural de So Paulo-SP. Filho de Miquelina Samuel Ferreira e Pedro Gumercindo Sobrinho Ferreira[Falecidos]. Comecei a escrever no dia 09.10.1994, tenho participao em duas coletneas e editei dois trabalhos solos. O primeiro em 2001 com o ttulo de MINHAS PALAVRAS; o segundo em 2008 com o ttulo de ETERNAMENTE POETA, ambos lanados na Bienal Internacional Do Livro em seus respectivos anos em que foram editados. Tenho por objetivo auxiliar as pessoas que conhecem os meus trabalhos, essa a misso do poeta.

edu.samuel@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s