s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Tatiany Pinheiro de Arajo
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

1] Eis-me histórias

Por que escrevo?
Escrevo porque meu tempo é fraco.
Porque o fracasso da minha pena dá-me contentamento.
Escrevo porque nada faço:
não canto, nem ouço canção.
Mas minha melodia
ora está presente...ora distante.

Ainda escrevo porque me falta
a vergonha escondida em algum lugar.
Porque se paro, quem há de permanecer?
Mesmo assim escrevo.
Escrevo manchas que a desleal sociedade
não pode apagar.
Escrevo pelo lamento e pela dor.
O sofrimento daquele sofredor.
Pela cena e pelo teatro da vida.
Pela puta e todas as penas.

Escrevo na ingratidão da minha vontade.
No elogio louco
pela igreja fechada e o vigário adormecido.
Escrevo enfim, pelas nuvens e trovões
que em minha vida passaram mortos.
Pelo tempo em elogio
que um dia me deram
ao escrever.

2] O retrato da imagem perfeita.

Como estou?
Como voce não gostaria de estar
E como desejaria que eu sempre estivesse.

Lembro da minha vida
e nela percebo o quanto não vivi.
Ouvi todos,
Não ouvi a minha própria voz.

Indestrutível fizeste minha consciencia.
Selou meus olhos
com o barro que foi usado
para formar o meu corpo.

Fizeste-me justiça, pecado,
graça... maldição.
Quando criança, fizeste-me adulto,
e na minha puberdade,
envelheciam-se os meus ossos e...
... findava toda minha vitalidade.

Ao chegar na idade da razao,
meu cérebro se dessecava.
Para ti...
transformei-me em
homem, animal,
sábio, ignorante.
Fiz sucesso e fui humilhado.

Vali o que era,
fui e não fui o que tu esperas.
Agora...
...repudio-te:
sociedade descarada!

3] A viagem da sexta

O homem não é um ponto.
Ele é feito estradas
que se faz de diversos caminhos.
E vão sempre na direção
de outros como ele.

Suas necessidades:
criar, conquistar,
se auto-afirmar,
conviver, amar, construir.

Seus sonhos:
voar, ser imortal,
sempre ganhar... fazer justiça,
conquistar a igualdade.

A vida do homem
é como uma peça:
começos e fins,
verdades, mentiras,
razões e loucuras.

O homem é como histórias:
revelam-se e... são esquecidas;
... outras vezes,
para sempre lembradas.

biografia:
Tatiany Pinheiro de Araújo

Nasceu dia 05 de dezembro de 1979 na cidade de Teófilo Otoni - MG. Começou a escrever aos 13 anos. Participou de alguns concursos, destes, participa com um poema na Antologia Poética \'Grandes Escritores de Minas Gerais\'. Publicou os livros: \'Estátutas de Sal\' e \'Os Sete e os Dez. Versos da minha Meninice\'. Morou na cidade de Ouro Verde de Minas -MG, onde cresceu, se formou e iniciou a profissão: educadora. Atualmente reside na cidade de Novo Cruzeiro -MG, e ali divulga ainda a sua arte através da Poesia.

poetasmortostpa@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s