s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Vera Wurzius
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

AMOR

O que e este sentimento que apesar de tão lindo nos faz sofrer tanto?
O que e este sentimento que nos faz parecer estar sempre drogado?
Que \'delicia\' de droga?
Fantasiamos, desejamos ardentemente o impossível.
Queremos estar dentro do ser e desejamos nunca sair.
Se não conseguimos nos sentimos perdidos, morrendo dia-a-dia.
O ser humano nasceu para ser amado, para amar um amor sem limites.
Mas, nos perguntamos sempre?
E quando não somos correspondidos?
O que e este sentimento que nos faz comportarmos feito idiota?
E que nos faz rir de nossas atitudes impensadas?
O que e o amor que nos faz sofrer tanto e que não vivemos sem ele?
Amor, amar e ser amado.
Essa e a lei do coração de quem ama.
Amor, amar e ser amado.

Estupro mental

Quem teve a feliz idéia de pronunciar esta fraze?
\'Escrever um livro e como gerar um filho.\'
Senti na pele esta gestação.
Em cada personagem que crieava.
Quando eles estavam alegres, eu ria.
Quando eles choraram, eu chorei.
Quando eles se amavam, eu me apaixonei.
Viajei e conheci o mundo através dos olhos deles.
Como na vida real, senti medo, angustia e pavor.
Tinha ladrão, drogado, traficante e ate um estuprador Mental.
\'Estuprador Mental?\'
Sim....Sim.....Sim.
Entrou em minha mente.
Vasculhou minhas emoções.
Vasculhou meu coração.
Vasculhou meus sentimentos.
Trocou minhas palavras.
Eram palavras frias...
Sem sentimento algum.
Deixou-me nua, sem ação.
Eu lia e não me não via.
Eu não me reconhecia.
Meu filho já não era o mesmo.
Nada ali era meu...
Meu sonho foi se tornando um terrível pesadelo.
Foram tantas as marcas que ficaram.
A tristeza, que não passava...
A saudade, que dói...
O sono que não vinha..
As lagrimas que caiam....
O apetite que sumiu...
Meu filho... ali... aprisionado na gaveta.
O tempo passou.
Sim...
O tempo passou, como tudo passa na vida passa.
Então, mais um filho foi gerado.
Desta vez com mais sabedoria e cuidado.
\'Sonhos de Mulher\' renasceu.

Quando eu Morrer
Quando eu morrer e perguntarem quem eu fui, respondas; que eu fui uma artista.
Digas que eu fui menina.
Digas que eu fui mulher.
Digas que eu fui mãe.

Quando eu morrer e perguntarem quem eu fui, respondas; que eu fui uma artista.
Digas que eu fui uma infeliz que foi feliz.
Digas que fui alguém que sofreu, mas que venceu.
Digas que fui mal amada, mas que amei muito.
Digas que fui sozinha, mas que conheci Jesus.

Quando eu morrer e perguntarem quem eu fui, respondas; que eu fui uma artista.
Digas que esperei, sonhei e vivi.
Digas que alcancei o que esperei.
Digas que realizei o que sonhei.
Digas que vivi do jeito que tinha que ser.

Quando eu morrer e perguntarem quem eu fui, respondas; que eu fui uma artista.

biografia:
Vera Wurzius

Tem 44 anos, nasceu em Vacaria RS, onde estudou e se formou. Hoje vive com a família, marido e três filhos, em Rondonópolis-MT.
Adora ler bons livros. Concentrando-se sempre em conhecer e aprender mais.
Ate começar sua carreira de escritora dedicou-se exclusivamente a família. Ser dona de casa já inclui muitas profissões, não é mesmo? Mas, seu amor por ler e escrever desta vez falou mais alto.
Escreveu \'Sonhos de Mulher\', obra inédita.
Esta trabalhando em outro romance, chamado \'Estupro Mental\', baseado em fatos reais. Por ter optado em constituir família, não se preocupou em fazer faculdade. Sente que seu talento e o amor pela arte de escrever não esta apenas no linguajar correto, mas sim nas palavras que brotam do coração quando esta escrevendo. Participou de algumas Antologias da editora Scortecci. E sonha em publicar seu livro em espanhol.

vera_wurzius@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s