s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Marta Reis
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Amigo

porto seguro
no vendaval
clareira nas noites
densas da incerteza
afago e abrigo
certeza de que vida
se tornou mais leve
mais branda no peito
porque nela se encontrou
esperana e consolo
com um nome que soa
cano aos ouvidos.
Este nome o teu:
amigo!

[aos meus amigos]

Auto retrato

Entre os matizes de luz e sombra
Tento um retrato da vida
Que estampe em meu rosto
A beleza das coisas simples.

Busco pincelar minha vida
Com o perfume das rosas clidas
e o com segredo que sopra o vento
das auroras no nascidas.

Quero um desenho da vida
Que revele os acordes do silncio
Que me fale do amor e da esperana
Como possibilidade neste instante.

Invento novas cores e arco ris
Pra quando anoitecer por dentro.
s vezes, erro, borro minha tela
Ento recomeo outra pintura do ser.

Este meu auto retrato do renascer!



Alm das Fronteiras

Estar no mundo diferente de viver no mundo.
Viv-lo enxergar as entrelinhas do aparente
Captando no silncio a musicalidade do universo.
Degustar o nunca este eterno sempre
Pois os contrrios no se opem,
Eles se abraam formando o todo inseparvel
O que aparenta um fim, apenas outro comeo.

O que viceja como assombrosa novidade
Simplesmente adormecia na imaginao
O antes, o agora e o depois so um s:
Eternidade em construo.
O limite a porta para o ilimitado
Tudo se mescla, um completa o outro.

Somente quebrando as barreiras
Percebe-se que o mundo um s
Pois cada diferena
apenas um tom
Do mesmo brilhante.

Ento por que lutamos tanto
Para realar um mundo pequenino,
To fragmentado: pases, negro, branco...
Cristos, muulmanos, judeus...
Escolhendo um, renegando o restante
Se tudo apenas uma outra face
De cada um de ns?

Erguer sisudas muralhas
no avistar outras paisagens
Pois alm das fronteiras
Existe um outro to meu.

Biografia
Marta Reis


Nasci no ano de 1965, em Martinho Campos, Minas Gerais. Na nossa casa no tinha T.V., ento cresci ouvindo as histrias que minha me contava ao calor do fogo lenha ou no terreiro banhado de lua. Ouvir histrias resultou nisso: tomei gosto pela leitura e escrita. Os livros foram sempre companheiros inseparveis a todo instante, fosse na dor ou na alegria. Neles encontrei amigos, confidentes, refgio...

Mais tarde me formei em Letras, especializando-me em Literatura, Lngua Portuguesa e em Religio. Buscando novas experincias, participei da ACL Academia Contagense de Letras e do Grupo Pasrgada [recital de poesia e msica]. Tambm trabalhei como revisora de textos durante um tempo.

Casei, descasei, tenho duas filhas lindas! Atualmente leciono Lngua Portuguesa nas redes pblicas de Betim e de Belo Horizonte e gosto de escrever, sempre que o desejo vem, me dominando completamente... Ento, como quem tece uma teia com as palavras, teo a vida virada e revirada de ponta cabea; atravs de versos, contos ou histrias. s vezes escrevo meio s avessas e, por favor, no me peam explicaes para o que nem mesma eu entendo. Escrever para mim necessidade, assim como respirar... minha viagem pelos caminhos e descaminhos da existncia, onde infinitas vezes me perco ou me encontro, isso depende do caminhar... Escrevo assim: sentindo o mundo inteiro em minhas mos, pulsando a vida com toda sua beleza e fria. Escrevo por paixo... Muita!

martah-reis@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s