s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Dely Thadeu Damaceno
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
dely.th.damaceno@gmail.com
Biografia

Dely Thadeu  Damaceno 

Nascido aos 12 de Outubro de 1953,em uma pequena Cidade do Alto da Serra do salitre, em Minas Gerais Brasil, onde pertencia á Comarca de Patrocínio.Minha família logo cedo aos 8 meses de minha vida se transferiu para a capital do Estado de São Paulo, Brasil. Considero-me  cidadão paulistano,por ter Crescido,estudado e me casado na Capital  do Estado de São Paulo.

Aprendi muito cedo á amar a leitura e me encantava na leitura de clássicos como os De Julio Verne e as estórias futuristas do Capitão Nemo e as 20 mil léguas Submarinas e também ,de Flash Gordon.

Amo as Estórias Clássicas  como as de Don Quixote de La Mancha,e As simbologias que elas carregam, assim como as que tem cargas de aprendizado Como o Principe de Maquiavel.

Lecionei em Escolas Públicas as matérias de Ciências Sociais,História e Geografia.

Hoje  me dedico exclusivamente às letras que tanto amo.

 

MINHA ESTRELA

 

A minha estrela mais brilhante,

É esta que ao meu alcance,

Para mim brilha insistente,

Quando toda sorridente,

Aproxima seu olhar do meu,

Cala ao meu coração latejante,

Que ansiava por este instante,

De ter seu rosto assim colado,

E, este abraço reconfortante,

Aconchega-me por um instante,

Afagando meus sentimentos…

Suspiro, tendo teu corpo assim e calado,

Sentindo teu gostoso perfume amado,

Que me traz um enorme conforto,

Sinto-me assim tão amado,

Pois eu poder estar ao teu lado,

É o meu maior desejo.

E ao receber, o enorme e sensível afeto,

Os teus beijos e em teus braços, abraços,

Não há melhor prêmio por certo…

 

AMOR E O TEMPO

 

Abrindo o fecho da memória genética,

Remeto-me a um tempo sem tempo,

Blindado por segredos indecifráveis

Mas relembrados por quebra de ética

Dos sabedores do mistério do universo

Que vez por outra os trazem à luz,

Em sonhos, ou em psicográficas letras…

Belos contos, inimagináveis, vidas vividas,

Memórias apagadas, e abertas no de já vu,

Revivi, vivi ou simplesmente vi?

Sei que o tempo dirá…

Será que voltarei a ver, a viver?

Era tudo tão real, tão lindo tão igual,

Tão lindo como imaginei, como sonhei…

Tão mágico como os sonhos que eu sonhei.

Lá eu te vi, te amei te chamei… Revi o amor,

Aquele amor, lá das nossas montanhas,

Aquele amor desejado, que procuramos,

E que está no tempo, no passado, perdido,

Mas jamais ficará esquecido…

 

 

 CREPÚSCULO

 

O cair da noite se aproxima, sem que percebamos!

Suavemente o lusco-fusco das estrelas se apresenta

No limiar da escuridão os corações pulsam sem danos,

A sombra de uma bela noite se avizinha bem lenta...

 

O sol se despede num espetáculo de luzes tamanhas

A tímida lua se apresenta por detrás da negra cortina

O rei saiu para dormir atrás das belas montanhas

O brilho estrelado se divide no crepúsculo com a rainha

 

Neste momento suspiros começam a se desvelar

O romântico momento é propício para o mais belo

Animais se recolhem para o seu necessário descansar

Corujas se arregalando, fazem o clima lindo e paralelo

 

O coaxar dos sapos e dos pombos o arrulhar

Casais sussurrando o seu sincero amar...

Grilos nas matas, pássaros felizes a piar

O lindo crepúsculo, até os deuses sabem velar

 

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s