s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Walter Silva
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Um caminho pra viver

Quem sabe um dia nesta estrada
Onde o caminho me põe tão triste...
Eu possa deparar o que me agrada,
E deixar para trás o que não existe.

Quem sabe eu volte a dar risada...
Nesta minha face onde me resiste,
A voltar ser alguém, e talvez nada
Dum caminho que a mim persiste.

Vida louca... oh tão louca vida...
Onde há entrada, mas não há saída,
Só quero de ti um fim pra morrer!

Alegria volta, assim, alegre volta...
E da minha alma os males me solta,
Para que um dia eu possa viver!...

[Poeta- Dolandmay]
17-08-2009


Nostalgia

Eu só queria, em mim, entender
Porque pagãos me perseguem...
Atiram-me fogo, chamas erguem,
Quando me vêem em algo vencer!

Será que ainda vou compreender
Como tudo invejar conseguem,
Até o motivo porque me seguem
Numa empáfia sem nada dizer?!...

Talvez sim, quem sabe no infinito...
Eu ouça, nostálgico, algum grito
Dizendo que querem amar alguém!

Ou talvez, quem sabe, já amam...
Uma vez que não se enganam
O tanto que eu vos amo também!...

[Poeta- Dolandmay]
23-07-2009


Era Imaginária

Neste mundo nostálgico de fantasias,
Nesta era vibrante de ansiedade,
Fiz-me vil, despi flores, despi alegrias...
Foram os meus desejos sem maldade!

Ó esfera gigante de abobadas magias,
Tu que enfeitas a vida de vontade,
Tu és o vivente irreal das meras orgias,
Não sei, se tu és mentira ou é verdade!

Tantos idolatrados seres, a te oferecer
Vida, sangue e alma só pra te conter,
Não pensa nas maldades que há-de vir...

Nesta imaginária estrela faz-se amar
A fábula das verdades pairando no ar...
Porque tu és a chama de todo o existir!

[Poeta- Dolandmay]
28-07-2009


Biografia
Walter Silva
[pseudônimo-- Dolandmay]
Com registro na EDA/FBN Escritorio de Direitos Autorais
do Rio de Janeiro na edição do meu primeiro livro em dezembro de 2008
[Poesias de Amor de Dolandmay]

Sempre gostei de ler livros de romance, acho que por isso comecei a
escrever.
Não tenho curso de literatura, o que escrevo, simplesmente sai da alma.
Como? Não sei dizer! Quando me vejo estou escrevendo algo.

Nasci no dia 07 de março de 1973
Na cidade de Presidente Prudente-Sp.
Hoje, resido na cidade de Itu, neste mesmo estado.
Formei-me em mecânica de automóveis aos 14 anos no serviço nacional de
aprendizagem industrial [Senai]
Ensino médio completo e vários cursos técnicos em injeção eletrônica para
automóveis.
Comecei a escrever Poemas por impulso próprio, ainda garoto

brw.auto1@superig.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s