s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Marcia Rocha
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Realidade

Minha calma é sinal de tempestade
sou ventania que arrasta os medos;
mulher que surge para o real;
paciência esgotada...
nas mentiras de amores que se escondem.
Realidade sorrateira
tardiamente deparando com o nada;
me diverte todas as certezas;
só o desejo aplacado é claro;
o certo nunca verdadeiro.

O desastre da existência;
é ser vítima consentida;
verdadeira só a morte
que ronda e é certeira.

A mentira nunca se mantém;
cruz é privilégio de todos;
no sorriso que ilumina a face;
certamente retornará
a exuberância da mulher guerreira.

Márcia Rocha
02/10/2008



TEU ÓPIO

De amor sou feita,
para o amor eu vivo,
vida que tece amores
desejo que sinto no meu corpo.

Toque em mim e diga
sou ou não a mulher da tua vida?
Veja o calor que esquenta minha pele,
quando me perco no prazer mais belo.

Pegue, sinta e me ame
encoste teus sentidos aos meus
tenho vontades e desejos
de estar atrelada ao corpo teu.

Não adianta fugires para longe!
A saudade te farás retornar
és forasteiro que viajas pelo mundo
eu sou teu ópio,
vício irresistível
que te fará voltar.

Venha para meus braços,
olhe bem o que te aguarda!
Sou a mulher que tu sonhaste
tu és o homem por quem meu corpo arde.

MÁRCIA ROCHA
19/04/2009


VIAJANTE SEM RUMO

De tanto olhar o escuro
já nem mesmo sei quem sou,
meu coração se mistura
com a tua ilusão de amor.

Abandonada pela vida
vou levando a minha dor,
no peito chorando a saudade
que sinto sem teu amor.

Tem dias que anoiteço
assim que desponta a aurora,
quero a noite que me ampara
e me faz sonhar acordada.

Solidão, companheira que não me deixa
me faz chorar de tristeza,
tenho farpas cravadas na carne
por esperanças sempre desfeitas.

Sou viajante sem rumo...
para dentro das minhas verdades,
viagem sem encontrar o meu norte
dentro da alma que acolhe a saudade

MÁRCIA ROCHA
05/02/2009



BIOGRAFIA
MARCIA ROCHA

Sou nascida em Ubá ,cidade da Zona da Mata, Minas Gerais, terra de Ary Barroso ,
filha única com apenas um irmão, onde vivo até hoje.
Três filhos, mãe adolescente, casada durante 22 anos, hoje solteira.
Três netos, duas meninas e um menino.
Sou formada em Pedagogia, com habilitação em Orientação Educacional/ Pessoal.
Comecei a escrever dia 30 de Setembro de 2008.
Sou apenas uma aprendiz de poeta
Tenho ainda muito a aprender.
Comecei escrevendo em comunidades, como a do Vinicius de Morais.
Sempre gostei de crónicas, e sempre tive muita facilidade para externar o que penso.
Fui ficando conhecida e daí para escrever poesias foi um pulo.
Começaram a me adicionar nas comunidades e os poetas de renome foram entrando na minha página de orkut.
Meus autores preferidos são: Neruda, Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Florbela Espanca, J.G. de Araújo Jorge, Rubem Alves, Vinicius de Morais, e não podendo enumerar todos, quero deixar registrado, que no Brasil existem poetas maravilhosos!

marc.rocha@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s