s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Bernadete Ramos Beserra
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
SOLIDO EQUILIBRISTA

Eu sei da sua solido
que sonha com os prazeres do meu corpo de acrobata
e os meus gemidos de sculos de desejos
e noites de blasfmias

No se iluda
No me siga
Meu vestido no vermelho
Minha xoxota no a do livro de Biologia

Vo sobre o mundo com as borboletas
Mas com as lagartas que divido o musgo das rochas midas
e outras coisas midas e insignificantes.

ALA F

A travessia da ala F
uma viagem mais longa do que a da Patagnia ao Alaska
Recosto-me num ombro imaginrio
E vejo tudo:
O que vivi
O que temi
O que comi e no digeri
Porque a dor no se digere assim
Leva anos, sculos,
Expresses inteis
Ladrilhos escorregadios
Cacos de espelhos colados na parede
gua gelada acordando meu corpo anestesiado

A lucidez um fiapo
Que me envolve como uma sentena de morte
Pulsos cortados presos cama
Enquanto a vida homeopaticamente se esvai
pelas frestas de uma janela inexistente
Sussurros de camudongos enchem meu peito de pavor
Trazem fantasmas, sombras, medos
Um dia entraro e roero tudo
Teus olhos tambm
Nada ser poupado, nem a lembrana
Fragmentos de sentidos se espalham no silncio do poema
O rudo: pesadelo semntico
O rudo: avatar da misria
O rudo: corte na alma

Para alm do rudo, a palavra medrosa, o deserto
O espelho descobrindo continentes esquecidos
As montanhas longnquas do norte
Emolduram fragmentos de desejo
que rodopiam em volta de uma promessa no cumprida
os dedos de A. se enrodilham nos meus cabelos soltos
Caminho pelas minhas veredas inteis
E vejo que no h onde se esconder
Todos os cmodos esto tomados de dor
De escurido
Nenhum vagalume...
E eu prossigo
Nenhuma esperana ao redor: apenas sangue
O quarto inteiro cheio de sangue
... e borboletas.

DEUS

eu e voc
pontos distintos na geometria do universo
duas conchas
dois buracos negros
dezenas de interrogaes

voc me observa
enquanto eu devoro o universo
e levo uma eternidade para digerir
o beijo
o caos
a morte
o nada
Eu, desenhista, poeta, crente.
Voc, Deus.

[Extrados do livro Solido Equilibrista, Fortaleza: Edies UFC, 2008]

biografia:
Bernadete Ramos Beserra
, poeta e antroploga, professora da Universidade Federal do Cear. Publicou os livros Solido Equilibrista [poemas] e Brasileiros nos Estados Unidos: Hollywood e outros sonhos [antropologia].

bernadetebeserra@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s