s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Carlos Vieira Reis
Nacionalidad:
Portugal
E-mail:
Biografia
DESPERTAR

Num grasnar de gaivotas,
Me fui levantando.

O mar todo, dentro.
Circulando.

Mastro apontado ao cu.

E, tua mo de vento,
Afagando, afagando.

BIBLIOTECA

Neste mar habitado de quem procura,
De quem bebe na teta do livro que escolheu,
Eu respiro fundo e no me afogo.

Antes me afago, me afaga este ar
Que em volpia, voluptuosamente cheiro.

Os dorsos que se perfilam
No so barreiras ou muros de silncio,
Mas vasos comunicantes,
Que em seu isolamento se do.

No me lembro de abelhas,
Nem isto uma colmeia.

Aqui onde estou, estamos.

E, quem est, est.
Todos ao p de seu rio,
Ao p de sua aldeia.

Que barulho este que se ouve?

A folha do livro a mudar,
A caneta no papel a arranhar
Ou a memria
Aconchegando a ideia?

NEM C, NEM L

Nem c, nem l.
Suavemente, desce a ptala,
Sua ltima viagem,
Contra o vento que a sustm.

Nem c, nem l,
Agitadamente, deso eu.
Contra ventos e mars,
Minha ltima viagem.
Do j ido ao que h-de vir.

E quem assim nos olhar,
flor ou a mim,
Pensar, por instantes,
Que vamos a cair.
Alguns diro,
Que bonito, to bonito.
Outros, diro que nem viram.
E todos seguiro em frente.
De facto, sem ver.

A quem pode interessar,
Uma ptala que cai,
Ou um homem a morrer?

BIOGRAFA:
Carlos Vieira Reis


Nasceu em Chaves, exactamente s sete horas do dia 19 de Janeiro de 1935, na transio entre duas guerras, a civil de Espanha e a 2 mundial. Capricrnio, ascendente Capricrnio. De costas para a Lua.
Instruo Primria em Colgio particular.
1 e 2 Ciclos no Liceu Ferno de Magalhes, em Chaves.
3 Ciclo no Liceu D. Joo III, em Coimbra.
Curso de Medicina na Faculdade de Medicina de Coimbra.
Estgio e Tese de Licenciatura em Medicina, na Faculdade de Medicina de Lisboa.
Curso de Medicina Tropical.
Curso de Medicina Desportiva.
Frequentou e teve aprovao em vrias cadeiras do 1 ano do Curso de Psicologia, no ano em que abriu o primeiro curso em Portugal [Instituto Superior de Psicologia Aplicada].
Curso incompleto de Filosofia [Faculdade de Letras da Universidade Clssica de Lisboa], interrompido por mobilizao para Angola.
Curso Geral de Comando e Estado Maior, no IAEM.
Fez toda a sua carreira mdica e de especialidade [Cirurgia] nos Hospitais Civis de Lisboa, sempre por concurso de provas pblicas, tericas e prticas [Internatos geral, intermedirio, complementar e graduado de Clnica Cirrgica].
Especialista em Cirurgia Geral desde 1967, inscrito na Ordem dos Mdicos.
Ingressou no Servio de Sade do Exrcito em 1961.
Promovido a Alferes miliciano mdico em 1 de Novembro de 1959
Promovido a Alferes mdico em 20 de Janeiro de 1961
Promovido a Tenente mdico em 1 de Junho de 1961
Promovido a Capito mdico em 1 de Abril de 1964
Promovido a Major mdico em 20 de Fevereiro de 1974
Promovido a Tenente Coronel mdico em 30 de Maro de 1979
Promovido a Coronel mdico em 31 de Maro de 1982
Passou directamente situao de Reforma em 1992, ao abrigo da chamada Lei dos Coronis.
Como militar esteve sempre colocado no Servio de Cirurgia do Hospital Militar Principal, onde foi Chefe de Servio de Cirurgia de Sargentos e Praas, de Cirurgia de Oficiais, do Bloco Operatrio e da Urgncia.
Foi Director Clnico da Casa de Sade da Famlia Militar.
Foi Subdirector do Hospital Militar Principal.
Representante do Exrcito na Comisso Permanente Inter Servios de Sade das Foras Armadas [CPISFA].
Subdirector da Escola do Servio de Sade Militar.
Chefe da Repartio de Sade do Estado Maior General das Foras Armadas.
Director Tcnico do Projecto de Cooperao Tcnico-Militar com Angola, no mbito da Sade, na Direco Geral de Poltica de Defesa Nacional.
Representante permanente de Portugal no Grupo de Trabalho de Emergncia Mdica do EUROMED [durante 10 anos].
Representante permanente de Portugal no Research Study Group on biomedical aspects of training, da NATO.
Representante do Estado Maior General das Foras Armadas no Conselho Nacional do Planeamento Civil de Emergncia, para o Grupo de estudo das Evacuaes Aeromdicas, dependente da Presidncia do Conselho de Ministros.
Membro eleito do Conselho do Servio de Sade do Exrcito.
Representante da Sade Militar na Comisso Mista Permanente Civil-Militar.
Organizou a Junta Mdica para funcionrios civis do Estado Maior General das Foras Armadas, de que foi Presidente.
Representante da Direco do Servio de Sade do Exrcito, pela Cirurgia, na Comisso de Estudo do novo Hospital Militar de Lisboa.
Presidente da Comisso de Implantao do Formulrio Nacional de Medicamentos nos Hospitais Militares.
Presidente da Comisso de Farmcia e Teraputica do Hospital Militar Principal.
Presidncia ou participao em numerosos grupos de trabalho, de que se salienta a criao do Servio de Medicina Preventiva, a extino da Assistncia aos Tuberculosos das Foras Armadas, o novo Livrete de Sade, novo Plano de Vacinaes, Normas sobre SIDA e Hepatite B, Formulrio diettico, Dietas em situaes especiais, Juntas Mdicas, etc...
Coordenou todo o planeamento de aco mdica, com a colaborao da Frana e do Reino Unido, durante a Guerra do Golfo, sendo o contacto portugus para o desencadear de aces mdicas.
Foi mobilizado como ajudante de cirurgio da Equipe Cirrgica do Hospital Militar 339, partindo em Dezembro de 1961 para Moambique [Vila Pery e Beira]. Regressou em Janeiro de 1964.
Foi mobilizado como cirurgio, para Director da Enfermaria de Sector do Luso, em 1971. Esteve 14 meses na cidade do Luso, onde foi responsvel por 75% dos feridos de Angola [segundo as estatsticas do Quartel General da RMA], no tendo feito nenhuma evacuao urgente de qualquer doente. Era igualmente responsvel por toda a cirurgia do Hospital Distrital da cidade do Luso. Passou os ltimos 10 meses em Cabinda, como Director da Enfermaria de Sector de Cabinda, acumulando essas funes com as de Director da Cirurgia do Hospital Distrital da cidade de Cabinda. Regressou em Dezembro de 1973.
Assistente de Patologia e Clnica Cirrgicas na Faculdade de Cincias Mdicas da Universidade Nova de Lisboa [1976/84], aulas tericas e prticas.
Fez parte de vrios Jris dos concursos de admisso a mdicos militares
Fez parte da Junta Hospitalar de Inspeco durante anos.

Sociedades cientficas de que scio

Sociedade Portuguesa de Cirurgia [fundador]
Sociedade das Cincias Mdicas de Lisboa
Sociedade Portuguesa de Medicina Desportiva
Sociedade Internacional de Psicologia Desportiva
Asociacion de los Cirujanos de los Cursos de Cirurgia del Hospital de la Santa Cruz y San Pablo [agregado e numerrio]
Associao Portuguesa de Pacing
Sociedade Portuguesa de Histria da Medicina
Association for Military Surgeons of the United States of America
Sociedade Portuguesa de Escritores e Artistas Mdicos [Presidente de 1993 a 2004]
Sociedade Portuguesa de Autores
Associao Portuguesa de Escritores
Sociedade Portuguesa de Belas Artes
Unio Mundial dos Escritores Mdicos [Vice Presidente de Honra at 2003 e Presidente desde 2004]
Asociacin Espaola de Mdicos Escritores y Artistas
Sociedade Brasileira dos Mdicos Escritores
Unio dos Mdicos Escritores e Artistas Lusfonos [Presidente de 1994 a 1998]
International Society for the History of Medecine
Sociedade de Geografia de Lisboa [scio titular]

Outras actividades

Redactor Chefe da Revista Portuguesa de Medicina Militar.
Correspondente para Portugal da Medical Corps International.
Criou a Revista Informao Teraputica no Hospital Militar Principal, em colaborao com os restantes elementos da Comisso de Farmcia e Teraputica.
Autor e apresentador do Programa radiofnico semanal Poesia, Msica e TeatroTrilogia necessria no Emissor Regional de Cabinda.
Apresentador e coordenador do programa dirio Rica Sade na Televiso Independente TVI, em prime time, desde o dia de abertura do canal e durante cerca de um ano.
Autor e apresentador do programa E se eu vos contasse..., na TV Sade, emitido pela TV Cabo. [35 programas].
Fundador, em colaborao, da Associao Cultural Clube 50, espao de arte e ideias.
Consultor para a Sade da NOEI Nova ordem econmica internacional Consultores para o desenvolvimento.
Manteve um consultrio semanal de sade na Revista TV Mais durante quatro anos.
Fez parte de vrios Jris Literrios e de Arte.
Organizou os 7 e 8 Congressos Nacionais de Medicina da Ordem dos Mdicos, sendo responsvel pela parte cultural e elaborao de catlogos.
Fez parte da Comisso para a Comemorao dos 500 anos do Hospital Real de Todos os Santos.
Tem integrado dezenas de Comisses de Honra de vrios Congressos, Jornadas, Simpsios e Candidaturas de Bastonrios da Ordem dos Mdicos.
Tem dezenas de trabalhos publicados, de cirurgia e histria da Medicina.
Participa com grande frequncia, como palestrante, em vrias comemoraes, colquios ou seminrios.
Tem publicado livros de contos, ensaios, romances, poesia, histria da medicina, editoriais e palavras de circunstncia.
Tem apresentado dezenas de livros e autores, quando do seu lanamento e prefaciado alguns.
Publicou, enquanto estudante, os Apontamentos de Patologia Cirrgica, em colaborao com Santana Maia.
Co-Autor do livro Emergency care in the field principles and policy, editado pelo EUROMED.

http://www.umem.net/

carlosvr@sapo.pt

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s