s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Gess Correa Cotrim
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Tinto vinho

Venha trilhar
Meu caminho,
Compartilhar pensamentos...

Prove ent�o
O meu vinho,
Ele talvez lhe trar� argumentos...

Venha ferir
Com espinhos,
Me fa�a sentir seus tormentos...

Envenene meu c�lice
Com carinho,
Tingindo vermelhos momentos...

Pupilas ent�o observam,
A veia jorrando na ta�a.
Os mesmos olhos conservam,
O grande mito sem gra�a...

O sangue vinagre ingerido,
Escorre no canto da boca.
O c�lice j� consumido,
Pela intoxicada voz rouca...

Gess� Corr�a Cotrim [ Vulner�vel Tempestade /Thesaurus-2007]

C�lice buc�lico

Voc� veio...
Numa aurora solit�ria,
Desprezando a fragr�ncia nociva
Que paira no ar,
Ocultando o receio,
Desses olhos.

Teu fino beijo, lindos, l�bios,
Ut�picos...
Deleito-me em sonhos,
Passados no futuro.

Crucificado!
No teu passado!
Um flagelo
Dessa minha culpa,
Sem desculpa.

A castidade dos meus sonhos,
Rever�ncia nos teus olhos flamejantes,
No discurso do pret�rito reprimido,
Ocultando os anseios,
At� quando?

Emaranhado em teus cabelos,
Aglutinado em teus tent�culos,
Dizimando afli��es.

Do teu lado, inerte ficaria,
Tua singela express�o me valeria!
Trocar o dia pela noite,
No aconchego desses excelentes
L�bios.

Tua voz desperta!
Uma bagun�a incerta,
Degustando vinho seco,
Que transita sutilmente
Em minhas veias.

Quando buc�lica,
Divide-me a mesma brisa!
Faz transbordar teu efervescente,
C�lice de gl�bulos.

A m�sica venerada,
Nesse negro recinto de fobia,
Faz-me ouvir calado
O estranho sil�ncio
Dessa melodia.

Gess� Corr�a Cotrim
[Vulner�vel tempestade/Thesaurus 2007]


Liberdade de amar

O seu calor,
Foi minha inspira��o.
O nosso amor,
Foi insatisfa��o.

Vem, levante.
E vem comigo cantar,
Antes do sol se p�r
Ainda quero te amar.

Suas palavras,
N�o me foram sinceras.
As nossas m�goas,
Foram puras ilus�es.

Vem, levante.
Pra podermos sonhar,
Antes do sol se p�r
Estarei a te esperar.

O se sorriso,
Foi um riso sem igual,
Alucinante...
Sorriso t�o natural.

Vem, levante.
Exponha seu pensamento,
Antes do sol se p�r
N�s seremos o momento.

Sua cabe�a,
Fez meu cora��o florir,
Mas n�o se esque�a
Quero ver voc� sorrir.

Vem, levante.
Mostre-me seu sorriso,
Antes do sol se p�r
Com voc� n�o ironizo.

Seu lindo corpo,
Mostra a mal�cia dessa magia,
No para�so...
Com o ritual dessa melodia.

Vem, levante.
Quero ver o seu carinho,
Antes do sol se p�r
N�o quero ficar sozinho.

Seu sentimento,
� complicado e inquieto.
Seu pensamento,
� um mundo desconhecido.

Vem, levante.
Mostre-me sua beleza,
Porque o sol est� se pondo
Com seu brilho de clareza.

Plenitude t�o suave,
Dos teus l�bios a sentir,
Nesse c�rcere privado
Pra voc� n�o vou mentir.

Vem, me d� sua m�o,
E vamos caminhar
Em dire��o a liberdade,
No amanhecer de qualquer lugar...

[Vulner�vel Tempestade/Thesausus-2007]

biografia:
Gess� Correa Cotrim
, natural de Bras�lia-DF, Brazil. Escreve poesias desde os 16 anos alualmente graduado em letras e professor de Lingua Portuguesa. Publicou em 2007 o Livro \'Vulner�vel Tempestade\' pela Editora Thesaurus-Bras�lia-DF/Brazil

gessebsb@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s