s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Darlan Alberto Tupinamb
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

f l o r e s t a

Vencido o robusto jatobá vai ao chão
Sob o charco de suas folhas
Aos pés do ipê pálido e florido
O jatobá inunda-se do que resta da floresta.

Arrastado tronco a fora
Devastado corpo corrompido
O sangue verde no jatobá gemina
A floresta geme
Um sangue cinzento contamina.

A empilhadeira fúnebre enraivecida
Aquece a fornalha viva
Arrancando fagulhas de vida
Que sucumbida morre e vira cinzas.

O jatobá adormece...

Dimythryus

Nevoas cristalinas

Quando criança
Sonhava ter um piano
Acho que sonhava mais
Sonhava tocar um piano.

Quando criança
Sonhava muitas coisas
Em falar francês
Em ser grande.

Sonhava com o ano 2000
Com uma esposa
E minhas três filhas
É eu sonhava.

Quando criança
Meu mundo era sonhos
E tudo era mais alegre
Tudo era real.

Dimythryus

Meu café da manhã

De manhã, quando o sol desperta
Já me encontra a sorrir e a passar o café.

O galo ao cantar
Já não mais estranha
Sabes que é a manteiga a derreter ao pão.

Ao estender a toalha
Ainda alva, estática na mesa
É meu rosto que vejo.

É a ela a quem pergunto:
Pelo o quê mesmo que me apaixonei?

Olho-me ao espelho
Meu cabelo sem brilho
Preso a grampos enferrujados
Apresenta minha alma
Desbotada e esquecida junto à louça.

Mais um pouco, eles levantam apressados...
Meu bem, você viu minha gravata?
Mãeee, não acho meu caderno!

O leite esparrama ao fogo
E acelerados todos se vão
E junto às migalhas encontro meu sorriso.

Dimythryus

biografia:
Darlan Alberto Tupinambá
DIMYTHRYUS
é o heterônimo Usado pelo poeta Darlan Alberto T. A. Padilha, estudante de Letras, que iniciou sua carreira poética a partir dos 16 anos com seu poema intitulado Emmille, publicado pela primeira vez no jornal de Itaquá em 1999. Possui diversos Prêmios Literários além de publicações em antologias inclusive pela Editora Litteris. Em maio/06 em ocorrência do Concurso de Poesia Mário Quintana [Nova Friburgo – RJ] Fora convidado a fazer parte do site Blocos On-line dirigido por Leila Míccolis.. No ano passado alcançou o 1º lugar no V Concurso Literário Brasileiro na Europa – Genebra – Suíça com a obra intitulada “Palavras mágicas”. 2º lugar no “Concurso de Poesia e Crônicas – Centenário de Mendonça Júnior – [1908 - 2008] – Maceió - AL.. Seus poemas integram o Projeto “Literatura Para Todos” coordenado pela Profª. Maria Antonieta Pereira na UFMG - Belo Horizonte – MG.

eucaliptos.jequitibas@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s