s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Flor Poeta
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Intensidade

Leve-me por teus caminhos
de pecados e desatinos
quero ser tua na cama
e onde mais arder nossa chama

quero estar nua, sem drama
e sentir teu doce aroma
fazer de nossos instantes
uma plena eternidade

sentir na pele tuas carcias
e em tua ausncia sentir saudade
perder a vergonha, as palavras, a sanidade
e me lanar em teus infinitos

misturar nossas seivas, nossos gritos
abrir pernas, asas, nossos mitos
deleitar-nos com tantos desejos
cobrir nossas bocas com demorados beijos

perpetuar esse amor de forma intensa
deixar de lado qualquer crena
para apenas acreditar um no outro
e saber que tanto amor ainda pouco...

Por querer ser sempre tua

Por querer ser sempre tua
invento contigo novas carcias
para levar-te ao xtase rubro
do nosso amor repleto de delcias
no encontro, nos abraos, no gozo
em sobressaltos de beijos roubados
no enlaar de nosso corpos suados
mostro-me minhas belezas, meus encantos
desato segredos, esqueo meus medos
desnudo-me para teus olhos
que acolhem e aquecem minha alma
tornando-nos um nico ser
apimentando nosso querer
dou-me s tuas mos escultoras
entrego-me e ressurjo delas
em deslumbramentos, em efuso
aflorando em delrios e teso
de tanto querer ser sempre tua
esqueo meu vestido em um canto
e me cubro com teu corpo de encanto
durmo o teu sono e acordo flor do teu jardim
como em um belo quadro de Monet...

La petite mort

O sentir dos espasmos
feito chamas ardentes
de um crepitante fogo
o pice do jogo
foras confusas
explodindo em meu ser

o viver sem limites
a paixo desenfreada
de beijos to doces
como um entardecer
a vida escancarada
num momento de prazer

movimentos frenticos
o auge por acontecer
meus espaos preenchidos
todos, por voc...
os gemidos denotam
o xtase dos corpos
coraes agitados
o ritmo acelerado
a presso desmedida
um leve desmaio...

pequena morte francesa
de poetas apaixonados
que ao amor se renderam
e sempre sonharam
com essa sensao...
orgasmo bendito
momento do querer
por fim compartilhado
num mgico minuto
entre homem e mulher...

biografia:
Flor Poeta

Tenho em minha pele
o aroma da flor do campo
Sou toda poema,
ternura e encanto
Sou feita de sonhos e desejos
Componho versos de amor
para extravasar
meus sentimentos
Escrevo com a alma
minhas dores e lamentos
meus poemas moram
em muitos coraes
mas o que mais me apetece
versejar sobre minhas paixes...

florpoeta@bol.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s