s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Marta Rodriguez
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
A fora do amor

No importa se estamos sob o perfume das flores,
ou se, sob o escrnio dos seus espinhos!
O que importa mesmo que:
o que nos une, ningum h de separar...

No importa se estamos sob as sombras de um dia tempestuoso,
ou se, sob a alvura de um dia lindo!
O que importa mesmo que
as nossas almas se encontram sob a paz...

No importa se estamos sob a clera dos corvos,
ou se sob as asas das mariposas!
O que importa mesmo que
nos amamos e cuidaremos eternamente um do outro...

No importa se estaremos longe ou perto!
O que importa mesmo que,
esteja onde estivermos, estaremos unidos pela mesma fora:
a fora do amor...

O poeta e o fado

s vezes, me surpreendo, invisvel e solitria,
traando caminhos de sonhos numa Terra
que h muito tento compreender.
Nela, sou uma pea de teatro oculta,
onde aprendo a arte da acrobacia para sair do anonimato e a
enfrentar a burocracia que fato, causando-me a rebeldia
quando s o que eu queria era falar de amor.

Na Terra dos que poucos lem,
s mesmo os obstculos notam a minha existncia,
e com presso, sugam-me a essncia,
tentando me impedir de outros versos recitar.

Minha alma caminha na estrada vazia
e entra em abstinncia involuntria, e como penitncia,
recolhe os rabiscos e os guarda em confidncia.

Porm, na insignificncia do meu ser, no posso crer,
tenho um fado a cumprir, e um mundo para voltear!

No me importa quantas voltas terei de dar, vou lutar e vencer,
pois em seu corao a minha mensagem de amor e paz ter de chegar, porque jamais desistirei de poetar!

OBS: FADO neste caso quer dizer destino ok!

Te amo mesmo assim

Voc mente quando fala da gente!
E certamente mente quando me diz:
-Eu te amo e estou muito feliz!

A gente sente quando falta a verdade...
As suas palavras ficam trmulas e sufocadas,
assim como o meu corao que ouve calado,
ele reconhece a mentira, entristece e chora...

Pois o mentir , para mim, enganar a si mesmo,
enganar o sorriso, esconder o olhar,
trair a confiana,
ficar perdido num emaranhado de atitudes sem razo,
omitir a verdade causando feridas e dor...

E sendo assim, no h quem possa ser feliz...
No acredito mais em voc!
Soam falsas as suas declaraes de amor!
Soa falso tudo o que voc me diz...
Voc se embaralhou em mentiras,
que s voc acreditou que eu acreditaria...

Mente descaradamente e no sente o quanto me magoa...
Eu no vou mentir, odeio a mentira, mas...
Te amo mesmo assim...

biografia:
Marta Rodriguez
,
Poetisa, nascida em: So Paulo SP Brasil, aos 30/03/1970.
Autora do livro: Corao - O Ba das Recordaes, Corpos Editora, Portugal.
co-autora do Caderno Literrio v.I -
v.ll O Imaginrio do Mar e do Navegador
v.III Meio Ambiente por Pragmatha -
Reflexes para bem viver, pelo grupo editorial Scortecci -
Desde Todo el Silencio Editado pelo Editorial Los Puos de las Palomas, Argentina.
Publica mensalmente em Caderno Literrio por Pragmatha.
Diariamente em: www.amorxpoemas.com
Contato: marta.rodrigueznovo@gmai.com
MSN: leoa33_08@hotmail.com

marta.rodrigueznovo@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s