s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Glria Maria de Anchieta
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Vida

Vida breve
Mas não leve
Vida leve
Está é breve

Vida breve
Eu te peço
Não me leves
Não me leves...

####

A Flor do Momento

Chora por ela
Aos seus pés
Devoto
Jura imensidão
Dez minutos depois
Em outros pés
Repete a mesma cena
Tão verdadeira
E sincera...

#####

Pescando lembranças

Foi tudo uma viagem
Uma passagem
Uma quimera...

Eu ando triste
Pensamento fixo
No oceano das lembranças do meu peito
Tentando pescar nelas momentos vividos
Como um velho pescador
Na beira do mar...

Olhos perdidos no infinito
Braços cansados
Coração silencioso
Vivendo de miragem...

Querendo resgatar uma ilusão
Lá vou eu pescando lembranças...

Cada vez
Elas fogem mais de mim
E o passado vai ficando tão distante
O cansaço vai dobrando as minhas costas
E tal como o velho pescador
Estou eu no oceano do meu peito
Perdido em devaneios...

######

Socorra-me Zeus

E a imensidão
Era azul saudade
Da aceitação do inalcançável
E o silêncio assustador
Da tempestade querendo guerra

Mar e céu
Sol e chuva
Lua e estrela
Dia e noite
Insensatez e sensatez

Eu
Em um vôo lento
A ela fui cruzando
Peito aberto
Como um vulcão
Em chama
Descendo larvas
Fervendo o mar
Num último clamor
Ao Rei dos deuses
Para aplacar essa inexorável perdição

Sol e chuva
Tempestade e brisa leve
Amor em êxtase
Num ápice onde
O tudo e o nada
Guerreavam pelo poder

Terra e céu
Oceano de mim...

###

biografia:
Glória Maria de Anchieta

Natural de Minas Gerais, Glória Maria de Anchieta, mais conhecida como \'Glórinha Gaivota\', veio residir no Rio de Janeiro aos oito meses de vida, funcionária pública trabalhou a disposição da Justiça Eleitoral por vinte anos, exercendo a função de Chefe de Cartório por dez anos, possui curso técnico de secretariado e começou a escrever ainda criança, sempre foi apaixonada pela arte de juntar palavras em versos.

G lórinha Gaivota
L ivre a voar
O nde o amor sempre está
R umo à liberdade
I ndominável do ser
A mo Gaivota ser

poesiasgma@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s