s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Lucia Laborda
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

Sem ti, eu não existo

Fechei os olhos
andei em silêncio
na minha emoção.
Em tudo que sinto,
em tudo que sente,
este meu coração.

Olhei minha vida
decodifiquei a alma
fui em minha razão:
em tudo que penso,
em todo momento,
na minha ilusão.

Procurei na memória,
em todo meu ser...
nada mais encontrei.
Rebusquei no passado
vi um futuro esboçado,
de mim, nada guardei.

Descobri sentimentos,
lágrimas e sorrisos
no meu íntimo mundo,
quando vi tua imagem;
sorrindo feito miragem,
deste amor tão fecundo!

Hoje sem ti,
não me vejo,
sem teu calor,
não me acho;
sem teu carinho,
de mim desisto.
Se por dentro,
em todo espaço,
só tu vives,
meu denguinho...
é porque sem ti,
eu não existo!
Estás em mim

Na minha paixão
na minha vida
no meu sorriso
na minha emoção.

Em tudo que vejo
em tudo que sinto,
em tudo que penso,
em todo meu desejo.

Na minha saudade
na minha canção
na minha ternura
na minha verdade.

Nos meus carinhos
nos meus sonhos,
em tudo que faço
nos meus beijinhos.

Na minha doçura
nas minhas noites
nos meus dias
na minha loucura.

No brilho da lua
nas estrelas que vejo,
em tudo que tenho
na minha alma nua.

No sol que me aquece
no brilho do céu
nas ondas do mar
no dia que fenece.

Na minha fantasia
nas noites insones
no fetiche da aurora
na minha alegria.

Estás em mim
no meu caminho,
na minha luz...

nos meus versos
nos meus segredos,
em tudo que me seduz.

Na bênção ao Pai
na brisa da noite
nas flores do campo
na chuva que cai.

Na minha razão
na minha lágrima
no meu corpo
no meu coração.

Te amo

Doce sedução

Nesse céu estrelado,
na luz da lua cintilante
dancei em seus braços
e em seus lindos olhos
me vi, toda brilhante.

Na brisa da noite calma,
no frio que me arrepiou,
estremeci o meu corpo,
em seus doces lábios
quando me beijou.

Nas gotas de chuva,
numa doce sedução
caminhei sobre nuvens,
lhe escrevi um poema
fiz uma linda canção.

No corpo em que lhe abrigo,
nesse habitar de emoção,
onde fiz o seu ninho
guardei sua linda alma,
lhe entreguei meu coração.

biografia:

Lúcia Virgínia Laborda Fernandes da Silva
, brasileira, nascida na capital baiana. Escrevo sentimentos. Costumo dizer que transcrevo minha vida, através da minha alma poética. E assim considero meu livro, que apenas é virtual, minha biografia, conforme podem ver no www.vidaalmaepoesia.com .
Sou romantica por natureza e o desamor da humanidade me assusta.

ginalaborda@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s