s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Ecila Yleus
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Segredos da Noite

Negras ruas, sombrias ruas
Que guardam segredos em suas esquinas
No silncio quebrado sonhos disparam
Saem soltos de mim para o corpo do outro

Lentes aumentam o desejo da vista
No vejo, no sinto, se sinto partiu,
Sinto o que outrora tocou a vida
Registrou os passos na calada
De pedras inglesas.

O cio dos rios acorda o libido
O colo do leito derrama desejos
A seca dos mangues secam os meus
Aborta a vontade no cais da saudade
No cair da tarde que nunca veio.

Correm palavras soltas na lngua
Deitam em ouvidos que s escutam e no ouvem
Entre ladrilhos e estrelas o cu se irrita
Talha meu leite e explode em mim um alvo engano.

Olhos me alcanam e despe meu corpo
Fronteiras de becos e longas estradas
De escritas latinas e desejos gregorianos
Que no corpo da noite suspira solitrio.

Ando pelas ruas nas noites pardas
Tomando o silncio e bebendo o orvalho
No estou s nesse caminho negro
No emudecer da noite vozes me calam.

Corto a noite, madrugada agora,
Entre ruas de largas caladas, vielas estreitas
De casas e sobrados que cochilam ou dormem
Misturando o cedro no amargo doce canto da lngua.

Quantos passaro por essas esquinas
Carregando conflitos, amores, canes,
Cansaos roxos, poemas, sedentas sedues
Histrias presas nas solas dos sapatos?

A noite espia e guarda segredos
Os cachorros latem e guardam o faro
A coruja passa rasgando magia
Dos passos lentos que cruzam a aurora.

As folhas guardam palavras mortas
O vento espalha os pensamentos
Correm soltos nos ouvidos dos anjos
Que despertam as harpas, coro, canto.

Segue os homens como num encanto
Envoltos aos dedos dos ps seus quebrantos
Seus teoremas rosrios do dia
Suas razes quadradas no manto.

Ecila Yleus
Publicado no Recanto das Letras em 24/11/2008
Cdigo do texto: T1300138


Prometeu

Um gesto abre portas,
Fecha o tempo,
Abre risos e momentos.
A face solta as rugas
E busca beleza no outro.
O charme fidalgo,
A pose ereta falam no silncio,
A fumaa do charuto contnua e permanente,
Chama a ateno, implora covardemente.
A postura das mos fala o que vai em mente,
Uma chama de cultura, um intelecto ocidente
No h quem chame ou foi chamado
H um elo desvinculado, uma pausa, um tempo
Que a histria deixou num vcuo.
H um olhar que pergunta,
Um olhar que responde,
H um esprito intrigante
Que mastiga as lembranas,
H uma cano que dorme no peito,
Que sai s noites e faz efeito,
H uma vida por trs dos montes,
Que surge ,as tardinhas, como uma lua gigante.
Essncia de vidro, essncia de bronze
Ouro macio ou puro diamante
Que faz indefesa a inocente Pandora.

Ecila Yleus
Publicado no Recanto das Letras em 14/10/2008
Cdigo do texto: T1227852


TELA FRIA

A tua luz me prende nas noites enigmticas,
Noites em que pinto o cenrio com tinta fresca.
As mos do tempo soltam cones,
Caminhos de curvas a serem percorridos.
Que cheiro de tinta nova!
Tinta que agarrei com os dedos para pintar
Na tela fria teu rosto nu.
Pintei o alazo na cocheira,
A noite de lua cheia,cavalos desenfreados.
Tu seguiste teu rumo.
Passaram por mim a galope as mos do teu passado.
O meu esplndido e indomvel animal partiu
Da serra do Mulungu para as terras de cimento.
Ontem a ausncia do fogo de lenha, a montanha do sabugi
Foram deixadas pela distncia e focada no imaginrio.
Coloco na tela fria a fumaa do caf quente, as lutas de razes,
E a luz que me solta em mente.
Palavras mgicas vm dos pombos da noite,
Trazem fragncias soltas, sentimentos aguados.
No fundo do quintal a roda de samba vara o dia
E o fogo de lenha mantm a chama.

Ecila Yleus
Publicado no Recanto das Letras em 26/02/2008
Cdigo do texto: T876544


biografia:
Ecila Yleus

Membro da Academia de Letras de Poos da Bahia.Formada em Letras com licenciatura em Portugus e English. Poeta desde a adolescncia.Reconhecida pela universidade que fez seu curso e participante da Academia de Letras dos poetas mortais da prpria universidade nos anos de 2002.

ecila_yleus@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s