s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Francis Pires
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Poema de mim mesma

Quero escrever um poema
que tenha meus traos, minhas curvas
que mostre minha face rubra
e me desenhe em versos no papel

quero descrever a nudez
de minha alma em doces rimas
expor meu mundo em linhas plenas
e fascinar a quem me l

desejo compor um poema
que mostre tudo de mim
meus sonhos, to bem guardados
sero agora escancarados
a quem de fato merecer conhec-los

expressarei em suaves versos
a leveza de meu corao
farei meu retrato em cano
e encantarei a um lindo poeta
que ir me reconhecer
em cada estrofe, em cada linha
e por toda minha poesia
nunca mais rimarei sozinha...

Caminhos

Tantos caminhos descobriu em meu corpo
tantas lendas para me desvendar

Era vereda, era caverna
era floresta, ou vice-versa

Perdido, voltava sempre
por onde j provara antes
e antes se perdera

Em sustos, por outros rumos
em medo, em mel, em fel
tantos desatinos!

Todos os caminhos abertos
sem jeito de voltar
perdidos ficamos, ns dois
entre murmrios, sem depois...

Seu feitio, meus ais,
a medo, a fogo
teus sinais

o cu, a sede e o sabor
que, estranho boca
derrama-se em seiva

e se farta... e me sacio...
enfim, reencontramos o caminho
e seguimos juntos...

Procura-se

Procura-se uma palavra
Gtica
Catica
Ertica
Que caiba aqui
No espao de um verso
Submerso no poema
Sem dilema
No espao indizvel
Invisvel
Indiluvel
Dos seus braos
Dos seus passos
Em seus abraos
No envolver suave
De seus laos...

biografia:
Francis Pires

Sou nascida em Jandaia do Sul, Paran, Brasil.Sou professora de Lngua Portuguesa e amo minha profisso, considero-a uma misso, na verdade. Sempre adorei a leitura e a escrita.
Participo de vrios sites de publicaes de poemas, j participei de algumas antologias e estou preparando o lanamento de meu livro, em breve.

Defino assim, em poema:

'Sou poeta da alegria e da tristeza
Poetizo o bem, o mal e o irracional
Gosto de pessoas, flores, amores
Sinto-me feliz ao alcanar um ideal
Escrevo para me satisfazer
E alegrar os coraes entristecidos
Escrevo tambm para extravasar
A angstia que s vezes enche meu peito
Pois a vida um paradoxo
Momentos bons e ruins
Se intercalam, no tem jeito
Por isso tenho sempre comigo
As palavras, esses instrumentos
Que expressam nossos sentimentos
Em qualquer ocasio
Na raiva, na alegria, no perdo
Na mgoa, tristeza ou compaixo
O importante saber us-las
E delas tirar o melhor proveito
Pois o verdadeiro poeta
aquele que mostra sua cara
Atravs de seus poemas...'

francispires@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s