s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Luiz Gonzaga Lauschner
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Na frente da embarcao,
Na proa com os braos abertos
Eu sinto a Deus por perto
Abenoando a vastido.

Daqui, no topo onde estou
Sinto a brisa que me faz bem
Mas no sei se ela que vem
Ou se sou eu que vou.

Na amenidade desse frio
Vejo o canoeiro, remando na proa
Levando a vida numa boa
Dono absoluto do rio.

O barco formando banzeiro,
Rebojo agressivo, artificial
Quebrando o silncio natural
Deste imenso viveiro.

Sinto em mim imenso amor
Pela exuberante natureza
Mas descrever toda essa beleza
competir com o Criador.

Luiz Lauschner
..........................

Era uma vez...

Um dia uma pessoa carente,
Me de um garoto j crescido
Fez-me um pedido diferente
Insistia em ser atendida

Pediu-me que contasse uma histria
Uma histria de gente que ama
Olhou-me com um ar de vitria
E esperou, deitada em sua cama.

A noite avanava na madrugada
E ento, com a mo dela na minha
Na luz tmida, se via pouco mais que nada
Comecei a inventar uma historinha.

Romntico, ou pattico, no sei bem
Respirei, buscando inspirao
Afugentei o receio para o alm
E segui em minha difcil misso.

No lusco-fusco pude v-la sorrir
E vi luz em sua face, podes crer
Mas sei que ela comeou a dormir
Logo que eu disse: Era uma vez
..........................

Senhor, muitos me deixam confuso
Sabe, aqueles que se dizem pregadores
Arvoram-se at em Seus procuradores
Somente de Suas palavras fazem uso.

Tentaram convencer-me que sou nada
Igual ou menos que um gro de areia no deserto
Pra no perder Seu amor e andar sempre certo
Fazem-me pagar pra chegar em Sua morada.

Desculpe-me Senhor, se eu sou tapado
Sem compreend-Lo. Eu explico, veja
Por que tenho que pagar para ir a igreja
Pra pastor andar em carro importado?

Por que falam tanto que eu O mago
Que peco, que promovo um levante.
Se eu sou pequeno, insignificante
Essa pregao me d at enjo.

Se sou apenas um gro de areia numa praia
E o Senhor maior que o universo
Posso pedir-Lhe uma coisa nestes versos:
O Senhor no dono do amor que nunca falha?

Quem Senhor, meu Deus, afinal
Que permite que homens falem de sua ira
Como se o Senhor sempre tivesse na mira
Filhos Seus que nem sabem o que o mal?

Desculpe-me mas isso no pode estar certo
Quero crer que o Senhor seja s justia
Por que s os que vo igreja ou a missa
Deixam de ser um gro de areia no deserto?

No acredito, acho que nem se importa
Com aqueles que no crem no Senhor
Contanto que acreditem no amor
Para ningum o Senhor fechar a porta.

www.luizlauschner.prosaeverso.net

biografia:
Luiz Gonzaga Lauschner

Nasci em Itapiranga, no estado de Santa Catarina. Neto de alemes, mudei-me j casado para o Amazonas, tendo passado um ano e meio na Ilha do Maraj.
Empregado em indstria madeireira, no interior do estado, aprendi a discernir radicalismos tanto dos defensores como dos agressores da natureza. H 20 anos trabalho com restaurante na Capital, Manaus e sou escritor por entusiasmo, tendo publicado 2 livros: 'Chucrute, Churrasco e Jaraqui -O Brasil Descoberto pelo Alemo' e Aleluia Irmo, Satans Fiel'. Participo desde junho de 2007 do Recanto das letras.

lauschneram@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s