s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Nilva Ferraro
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
MINHA CRUZ*
Nilva Ferraro


Oh, Jesus!
D-me nimo
coragem fora e f
para carregar a minha cruz
sem torn-la mais pesada do que

s vezes lhe acrescento
o peso da mgoa e do rancor
da angstia e do desamor
do desprezo e da vingana

Senhor Jesus!
Torna meu lenho
apenas aquela cruz
plenamente identificada comigo
na qual eu me abrao
onde apoio o meu cansao

Aquela cruz
que to bem j se amolda
ao meu corpo gasto como ela
que nas asperezas do caminho
foi perdendo pedaos.

No quero mal a minha cruz,
ao contrrio, amo-a e preciso dela,
veio-me de Ti e a ela me apego.

Porque na minha cruz
que Te sinto mais presente
oh, meu Jesus!
______________

* Excerto do livro O poema nosso de cada dia poemas para orar , EST Edies,

Porto Alegre, RS, 2007.

Fruto maduro

de tuas mos ao alcance
carcia dos cus

______________

Haikai publicado no livro Fruto Maduro centria de Haikaiss, Editora UNIPROM, Porto Alegre, RS, 2001.

TORRE ENCANTADA*
Nilva Ferraro


Sonhei
que morava numa torre
numa torre encantada

Era perto do cu
era perto do mar
Tudo nela era magia
at mesmo o vento
que me envolvia
num permanente abrao
e pela torre circulava
sem pedir licena
sem a menor cerimnia

Os passarinhos
nela entravam e saiam
porque vinham s para me saudar

Donde quer que eu estivesse
podia enxergar o mar
ou simplesmente um rio a serpentear

Tinha a torre
as convenincias de um sobrado
e as vantagens de um edi

s vezes parecia estar eu
sentada no meio da praa

Outras vezes na sacada
recebendo uma serenata
orquestrada pelo mar

A torre enfim era quase quase
um farol a dominar a paisagem
onde a nota principal era dada
por uma certa ilha
que parecia existir
s para fustigar
a minha fantasia
___________________

* Poema ilustrado premiado no Concurso EXPOESIA de 2005, da Casa do Poeta Riog-Grandense CAPORI.

BIOGRAFIA
Nilva Ferraro
, nome literrio e usual de Nilva Irene Schtz Ferraro, nasceu em Erechim, RS e vive em Porto Alegre. Formada em Direito pela UNISINOS, fez carreira no Tribunal Regional do Trabalho da 4 Regio, at l987.

Antes disso, comeou a trabalhar muito cedo [ aos seis anos de idade, como primognita, foi bab de seu irmo caula]. Ingressou no mercado formal,de trabalho, como comerciria, aos dezesseis anos. Ao completar dezoito anos, foi bancria, a seguir funcionria pblica estadual, funcionria pblica federal [concursada] e empresria rural.

Em 1963 concluiu o Curso de Formao de Professores do Ensino Comercial, pela Faculdade de Cincias Econmicas da UFRGS, com registro no MEC.

Estudou piano na sua meninice e cantou no Coral da UFRGS, o que com certeza aprimorou sua sensibilidade.

A partir de 1987 passou a dedicar-se literatura e s artes plsticas, [com nfase na fotografia, que praticou desde sempre], sendo premiada em ambas modalidades, inclusive na Itlia.

Publicaes:

Direito da Criana Educao nas Constituies do Brasil, Revista Estudos Jurdicos da Universidade do Vale do Rio dos Sino - UNISINOS [vol. VII, n 20, 1977];

Luzes de Outono, Sul-Americana Editores, Porto Alegre, RS, 1992;

Fruto Maduro Centria de Haikais, Uniprom, P. Alegre, RS, 2001;

Tatuagem de Amor poemas de me para filho e de filho para me, AGE, Porto Alegre, RS, 2003;

O Poema nosso de cada dia poemas para orar. EST Edies, POA, RS, 2007.

Tem participado de inmeras antologias e colaborado em jornais e revistas.

Tambm participa do Projeto Poemas no nibus, desde sua criao, em 1992. Possui vrios livros aguardando publicao.

Pertence a diversas entidades culturais, tais como: Unio Brasileira de Escritores SP e RS; Assoc. Gacha de Escritores AGEs; Assoc. Amigos do MARGS Aldo Malagoli; Assoc. Amigos Theatro So Pedro: Assoc. Lygia Averbuck [ Amigos do Instituto Estadual do Livro].



nilvaf@terra.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s