s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Marcus Antonio Brito de Fleury Junior
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Os Espinhos So Apenas Sinalizadores das Marcas que Necessitamos Ter.

Parem de vomitar suas desgraas,
Elas tem o gosto dos derrotados nas suas
tramas arquitetadas nas infelicidades sem fim...
Elas no tm fim.

...So as trapaas disfaradas travestidas de sonhos que
sobrepostos aos que trazem as cicatrizes das lutas infinitas,
buscam impor pela inveja o assassnio das rosas sobre aqueles que no desistiram de seus sonhos ou ideais, e que, mesmo s duras batalhas ainda conseguem sobreviver nos outonos da existncia.
Os perversos buscam as primaveras, para que, na beleza das flores que no puderam regar possam sentir os prazeres rpidos e transitrios das emoes de cada estao. Escondem-se tambm nos invernos, sublimando o frio que lhes to peculiar.

Mas saibam, colhemos, colhemos e colhemos depois que semeamos e regamos
com nossas lgrimas durante as caminhadas das nossas histrias que muitos no suportam ver.
Nosso gozo pe nos rostos os medos e as duras penas daqueles que desistiram de si mesmos. Por isso, o encantamento o prenncio da formao homicida.
Encantam-se com a beleza do outro, como as estrelas que os outros puderam ver em dias nublados, afinal, o ideal de amor consegue transpor as nuvens cinzas e caminha alm da limitao de sorrisos mortos, de mscaras em forma de bondade, onde as palavras do discurso sereno apresentam o aterrorizante animal terreno em forma de gente.
Gente que mata, que mata para depois poder morrer nas suas acusaes e revolver-se na auto-comiserao da prpria perversidade sem comiserao.

Parem de vomitar suas desgraas,
Elas tem o gosto dos derrotados nas suas
tramas arquitetadas nas infelicidades sem fim.

...So as trapaas disfaradas, travestidas de sonhos
que, sobrepostos aos que trazem as cicatrizes das lutas infinitas,
buscam, impor pela inveja o assassnio das rosas que no conseguiram colher.

O fim o nada, pois apenas resta aos perversos o vazio do nada que empreendem, mas se esquecem que nos jardins dos que tem a existncia por ideal, os espinhos so apenas sinalizadores das marcas que necessitamos ter; os outonos so o tempo que nos recolhemos recomposio, e as primaveras, a contemplao das vitrias das lutas que nunca abandonamos.


biografia:
Marcus Antonio Brito de Fleury Junior.

Psiclogo , escritor, pesquisador em sade mental, professor.

ateliedeinteligencia@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s