s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Rita Costa
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia

REFÚGIO
[Rita Costa - 01.06.06 - Rio de Janeiro/RJ]

Ah!...
como é difícil
ficar à margem,
se entre um verso
e outro
dou de encontro
com meus sonhos.

Ah!...
Ao me encontrar
melhor me entendo
e como é dolorido voltar
se os antigos esconderijos
eram muito mais bonitos.

Ah!...
Como é difícil,
após ter ido tão fundo,
ver-me aqui encolhida
nesse poema resumido.
.
.
.

LEVEZA
[Rita Costa – 03.10 06 – R. Janeiro/RJ]
.
Hoje, vejo-me caminhando
de mãos dadas com a vida.
E, em um pequeno trajeto,
se me lembro das escolhas,
percebo-me desvendando
das folhas, as cores e enigmas.
Deixo rastros de flores no ar...
Ah! Mas quanta ousadia
andar assim,...
pisando em poesias.
.
.
.

ESQUECIDOS
[Rita Costa – 09.01.06 – R. Janeiro/RJ]

Enoja-me tanto contraste,
triste realidade sem solução,
sem data de validade,…
onde só vejo o belo e o pequeno
quando perto do feio.

Só se escutam promessas,...
frases feitas, não-verdades...
e os anos passam nas calçadas,…
passamos por eles e elas...
pessoas ignoradas.

Ainda assim fazem questão
de nos cuspir na cara
a dignidade humana que sentem,
mas que socialmente lhes é roubada.

Banquete em lata de lixo,...
não vejo futuro a essas vidas
se nelas a miséria vem menina
e a sopa distribuída nas esquinas
enche o prato-fundo de ilusão,
na indiferença infinda.
.
.
.

biografia:
Rita de Cássia L. Costa

Carioca, nascida em agosto de 1966, reside até hoje no Rio de Janeiro. Romântica e sensível, a poesia marcou sua vida desde a infância, quando conheceu a obra de J.G. de Araújo Jorge, do qual tornou-se eterna admiradora. Seu desejo fora cursar a faculdade de Arqueologia e/ou História, em face de ser grande observadora do ser humano e suas facetas artístico-sociais, direcionadas à evolução. Infelizmente, as dificuldades a impediram de levar o sonho adiante. Porém, por ter sensibilidade apurada, esteve sempre ligada à história, às artes e à natureza. Recentemente, passou a extravasar seu romantismo e sua sensibilidade por meio dos escritos, revelando forma poético-filosófica de viver e apreciar a vida. Para Rita Costa, a poesia é uma grande paixão. Escrever lhe é tão necessário quanto respirar. Por meio de sua natureza poética, ela \'capta a vida, com todos os sentidos\' e, o que sente põe em palavras... como ‘emoções do viver’. A mescla da descendência lusitana e indígena brasileira pode ser sentida em sua poesia, cujos traços mais marcantes são o lirismo e a valorização da natureza. Tem blogs na internet e diversas comunidades voltadas a poesia no orkut, entre as quais se destacam: ‘Parceiros... de Prosa e Poesia’.
[André L. Soares ]


 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s