s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Lu Oliveira [Cnsul - Ilhus-BA]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Liberta-te!
Lu Oliveira

Liberta-te animal que vive em mim!
Solta-te! Foge!
Corre por entre as matas
Sacia tua sede de sangue
Penetre por entre coxas
Urra! Grita! Ama!
Voa por entre vales e desertos
Invade todos os coraes
Leva contigo o sabor das manhs
A imagem afrodisaca da lua cheia
A branda energia do pr-do-sol
Caminha sobre as nuvens
Brinca com os pssaros do cu
Aventura-te!
Explora a vida diante de teus olhos!
Extasia-te com teu poder!
Busca o osis que mata a tua sede!
Caa a presa que sacia a tua fome...
Poderosa fera...Liberta-te de mim!

***************************
Identidade
Lu Oliveira

Sou o sol que te bronzeia a pele
Rubor - cor - seduo
Sou eu que queimo a terra
Fome - castigo - serto
Esquento teus sonhos
Alimento tuas fantasias
Eu sou pai, sou me,
Sou chuva, alimento
Corro por entre as matas
procura dos ventos
Sou limpa, turva, plida
Escorro de teus olhos
Persigo a tua estrada
Sou estrela, azul, infinito
Danando no mapa astral
De sua noite enluarada
Sou lucidez, fascnio, candura
Sou paz, chama, loucura
Sou entusiasmo
Sou esquecimento
Sou um deus
Vim ao mundo
transform-lo no paraso
Eu sou o Amor.

*****************************
Dor - Lu Oliveira

Dor que lateja
em lascas de sangue
jorrando da face
que o espelho reflete
Navalha afiada
transfigura o rosto
que no reconheo
Antigo lbum
de fotografias
detalhes que nunca
existiram
um sinal, uma ruga
um olhar
que j se foi
Preso no reflexo
cncavo e convexo
no sou eu
Mas a dor minha...

biografia:

Lu Oliveira
, libriana, nascida na linda cidade de Ilhus, interior da Bahia, terra de Jorge Amado. Sempre foi fascinada pelas letras e j rabiscava versos na adolescncia. Formada em Letras e Especialista em Ensino de Lngua Portuguesa, leva a poesia pra sala de aula encantando os alunos das mais variadas faixas etrias. Divulga suas poesias em sites literrios e tem participaes em algumas coletneas .Diz que: 'A poesia est na alma, deixe-a florescer!'

lukaoliveira@oi.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s