s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Djalma Amorim de Santana
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
LEMBRANAS

Em tardes de mormao o teu regao
me acolhia de pronto sem titubear.
Com a cabea lerda, nada pensando,
olhava as folhas levadas pela gua,
lmpida e lpida, rio abaixo.
Teus olhos faiscavam, os seios tremiam
e eu te observava com encantamento.
Como era linda! Tudo era assim...
S a inconsequncia reinava em mim!
Aquele rio ainda est l silencioso,
rpido e frio transportando lembranas.
As guas se foram, correm outras,
mas nem tudo recomea...
A margem a mesma de ento,
com a mesma grama macia que pisvamos,
com o orvalho brilhante
e com grilos saltitantes.
Eu voltei, voltei vrias vezes
mas eu no sou eu, tu no ests
nem s t! Para qu?
L no vou mais, no h sentido!
Aquela gua, mesmo sendo outra,
cicia um nome que me machuca,
pois a distncia consumiu o corpo,
mas a lembrana e o nome l esto
impregnados em todas as coisas.

Banco Central, 1985

MINEIROS
Escravos contemporneos,
tais formigas no vai e vem.
Pem ao sol pelados crneos
em busca do que mo tm.
Curvados sob um sonho,
enluvados por um vintm,
passam o dia enfadonho
escavoucando para algum...
Esqueceram um lar formado
s onde seriam amados,
onde estariam suados,
mas suor que lhes convm...

RETRATO DE UM MUNDO NOVO

Balana mundo, trepida
homogeneia raas e sentimentos,
vomita, ao fim, uma s vida:
Extrato sem sortimentos.

Quebra-se espelhos inteis,
expurga-se a psiquiatria,
fora a todos que fteis
so lesivos a harmonia.

Pandora no abre a caixa, maus no atingem os gmeos:
Filhos da mesma faixa,
vmitos homogneos.

Eis um den comtemporneo!
Aem Ado e Eva, sem pecado.
Por agora um instantneo,
breve ser mostrado...

MISERICORDIA

Senhor Jesus eu vos peo Misericrdia:
Para o motorista que no sabe guiar,
Para a lingua da discrdia,
Para aqueles que no sabem amar.
Peo-vos Misericrdia Senhor:
Para aquele que impe castigo,
Para aquele que aumenta a dor,
Para aquele que semeia inimigo.
Eu vos peo Senhor Jesus,
Que tendo sido morto na cruz...
Perdoe-lhes seus pecados.
Que sejam poucos os castigados.
Uma sentena eu mesmo impus:
Demita-se o motorista,
Aquele que MAL CONDUZ.

biografia:

Djalma Amorim de Santana
, nasceu em Ilhus/Bahia/Brasil em 08/07/1953, pertence a varias instituies lterrias de So Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Gois, Paraba, e uma Academia de Letras de Londres. Trabalhos publicados em jornais e antologias, menes honrosas e medalha de prata em concursos nacionais. Livros publicados: Apenas Um Lamento- ICB/B. Horizonte/1985 e Gritos -Edies Caravelas-R.G.do Sul/1985. Aposentado.

djalma-foca@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s