s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Ana Maria Brasiliense
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
SUICIDA EU?
Ana Maria Brasiliense

Tanto deixei de fazer, no por querer...
Falei SIM quando queria falar NO.
Fui... querendo ficar
Fiquei...querendo ir...
Calei...querendo falar...
Falei quando queria calar !
Ri...querendo chorar...
Me privei de tantas coisas!
E o pior
ME PRIVEI DE MIM !
Ja no tenho vontade de ver o sol brilhar.
O dia amanhecer nem a noite chegar.
Se chove , faz frio,
nada me da vontade de olhar.
Se pssaros cantam
ja no consigo escutar.
Ja no sinto a brisa meu rosto beijar.
Flores no jardim ja no encantam.
Nem mesmo consigo chorar !
Suicida eu ?
Como posso?
Se de mim ja morri ?

Ana Maria Brasiliense
Santos/SP/Brasil

********
Minh'alma chora.
Ana Maria Brasiliense

Tantas palavras trocadas
Contigo dividi meu viver.
At asas criei, ao teu lado voei!
Sonhos foram sonhados
Quantos sonhos sem culpas!
Voei em teus devaneios.
Fostes por mim muito amado
como ningum um dia te amou
Sonhei...sonhei...
Me privei de mim na busca de ti.
Te descobri!
Tuas asas foram quebradas,
as minhas machucadas...
Ja no consigo mais voar...
No quero mais voar nas brumas desse amor.
No quero mais esse amor escondido.
Nunca mais quero ouvir tua voz,
nem teu olhar me olhar.
Nunca mais !
Nunca mais voarei ao teu lado,
nem alimentarei teus sonhos.
Fiquei sem ps...
S tenho asas machucadas,
sem poder voar...
Em pedaos me parti.
No sei o que sobrou
quem agora sou !
Na profundidade do abismo do no saber a verdade,
estou sepultada na dor
e na amargura desse amor...
Minh'alma chora a saudade
de mim...

Ana Maria Brasiliense.
Santos/SP/Brasil


**********
NESSE DIVAGAR
Ana Maria Brasiliense

Nesse divagar em minhas lembranas,
minh'alma alcana com saudades sei la...
Querendo ir mas tendo que ficar,
num caminhar de algo que no sei explicar...
Divagando ela passeia em vidas que ja se foram
e noutras que que ainda vo chegar...
Isso me assusta e comeo a chorar...
Divago em lembranas banhadas de brumas,
fico querendo enxergar...
tudo to confuso quando ser que vai terminar?
Mais lembranas vo chegando e nelas vou divagando
lembranas boas, sons no ar ...
risos, cantar, gargalhar...
Quanta saudade me d !
Num flutuar me deixo levar...
Entre risos gargalhar comeo a chorar...
Divagando,
a dor de meus olhos lgrimas consegue arrancar...
Ontem fui...
Hoje sou...
Amanh como ser?
Olho para trs no ontem,
vejo meu irmo...
vejo meus pais...
Hoje vejo meus filhos ...
O amanh,minha neta...
e eu onde estarei?
Como ser?

Ana Maria Brasiliense
Santos/SP/Brasil


***********


biografia:

Ana Maria Brasiliense
TullipaVermelha


Sou filha de Santos, cidade linda que amo tanto, onde o mar vem beijar a areia tentando engravid-la, e o sol em seu nascente nos d uma linda viso desse jardim maravilhoso que acompanha a praia de ponta a ponta.
Separada, me de 3 filhos e av de uma linda neta hoje com 1 aninho e 10 meses.
Escrevo desde meus 14 anos, quando comecei timidamente a rabiscar meus sentimentos, depois de ler J.G. de Arajo Jorge.
Esse meu gostar deixei um pouco de lado ao me casar, com a chegada dos filhos um juntinho do outro quase no sobrava tempo para rabiscar. Vez ou outra alguma anotao, fui deixando em meu caderno de poemas que to carinhosamente criei...
Hoje separada e com filhos j criados, tenho tempo para dedicar aos meus escritos.
Sou alegre, feliz porm tenho tendncia a escrever sobre tristeza, tentando deix-la poeticamente bonita. Gosto muito de escrever sobre o amor, saudades...
Espero agradar aos leitores e desde j agradeo, deixando um abrao carinhoso.

Ana Maria Brasiliense

tullipavermelha@hotmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s