s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Beth Brait Alvim [Cnsul - Diadema-SP]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Flor da idade

beliscar deus
devia ser o mais recndito sonho
daquele que morre

no o que morre rebuscado
mas o que morre de susto
morre de vez

borrifando o mofo de ser deus
com crios
de hmus solares

ele
por certo assim se mostraria
em sua mais simples
forma
de
ser inteiro
meio
e
talvez

**********

La Chute

o tempo enorme
siams do vcuo

lado da moeda eclipsada
e o outro vmito de lodo

nos couloirs da cidade
fogs sem artifcio

e um ombro direito resvala
um impressionista qualquer

risonho esbraveja seu nome e arde
anjo notvago e mocho
se embriaga nos ombros

***********************

para brecht e che

che


no esqueamos machu picchu
vale a pena
o salto

bertolt

escalemos florestas negras
bebamos da pororoca
brancaleone das cordilheiras
dancemos na neve mais dura nos picos mais altos
de uma terra vista inventada
na barca de neruda
e oremos aos ps de rilke
nos telhados de templos incas
masquemos mil folhas de coca
e com flores de rum e cerveja nos cabelos
e o ar desengoado de quixotes
cantemos
sobre a guerra
os medos
sem dizer que nossos sonhos
e segredos
so meros milagres
contra a morte

biografia:

Beth Brait Alvim,
Bacharel em Lngua e Literatura Portuguesa e Brasileira; Lngua e Literatura Francesa; Lngua e Literatura Latina pela FFLCH-USP. Licenciatura Plena em Lngua e Literatura Portuguesa, Brasileira e Francesa, pela Faculdade de Educao da USP, ps-graduada em Ao Cultural - Artes, Poltica e Economia; Polticas Culturais, Prtica Cultural e Centros de Cultura, pela ECA- USP. escritora. Publicaes: Antologia POTICA de So Jos dos Campos; 1985/87/88/ 89/ 90/ 91/ 92 /01- ESCRITURAS Ed; A Filha do Sol Nascente e O Velho Poeta, de J. Omar de Carvalho, JAC Ed. Apresentao crtica, 86; XXI Congresso Estadual de Teatro Amador- Reviso e Redao dos Anais- COTAESP, 86; Mitos e Ritos, POESIA , ED. Joo Scortecci ,87; Antologia de CONTOS Alberto Renart, JAC Ed, SJC/ESCRITURAS Ed, SP-91/92; Ertica, CONTOS, Ed. BRASILIENSE, SP, 93; Mulheres de So Jos, POESIA , Ed. Joo Scortecci, SP, 1a ed 1991; 2a ed, 93 ; Mulheres de So Jos-Outros POEMAS, ED. Joo Scortecci, SP, 96; Tempos Perplexos, Antologia de Diadema, prefcio de Cludio Willer,2002; Ciranda dos Tempos-Espaos do Desejo, no prelo;Tempos & Territrios, Antologia Literria de Diadema, no prelo. diretora de teatro e atriz [Teatro, Vdeo e Cinema]. Tem Artigos, Ensaios e Entrevistas: Jornal ValeParaibano, Jornal Agora, Jornal do Vale , Revista Ato, Jornal Perfil, O Dirio; Folha de So Paulo; Litter- revista da Comisso de Literatura de So Jos dos Campos; Cadernos do CIRC- Centro de Informaes e Referncias Culturais de So Jos dos Campos; Jornal Recado; Esfera - informativo da FCCR; TV GloboVale; TV Bandeirantes; Rdio Clube; Rdio Vale; Rdio Universidade Catlica do Chile; Rdio do ABC e Dirio do ABC e outros. Foi Conselheira de Literatura e Teatro alm de Diretora Cultural da Fundao Cultural Cassiano Ricardo, estabelecendo convnios com a Universidade Valpariso do Chile, e Casa de Cultura Jlian del Casal, Havana, Cuba, entre outros. Foi Assessora de Literatura do Departamento de Cultura da PM de Diadema e assessora de letras e literatura de Santo Andr. membro fundador do Grupo Palavreiros de Diadema [www.palavreiros.org] onde tem pgina em construo.Tem poemas publicados em espanhol e portugus no site Margen cero. Em 2003 contemplada com um estgio de especializao profissional pelos Ministrios dos Assuntos culturais e Cultura e Comunicao da Frana-Politiques de La Culture et Leur Administration.

bethbrait_alvim@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s