s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Brenda Marques Pena [Cnsul - Z-L-Belo Horizonte-MG]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
*Mulher Folha e Amante Fuligem*

Elemento de um s n
vida vivida na vertente
dessa transitoriedade latente

Lida de levar a vida
No compasso a passar
Por caminhos s de ida.

Anda a incerteza do amor
Por caminhos to distantes
Que dispersam todas as luzes.

A paisagem no sabe dizer
Se poesia rvore ou fruto
Mas ela est a brotar e crescer.

Folhagem e fuligem
O poema queima a paisagem
At o gozo refrescar o corpo.

A poesia mulher ou amante?
Homem sem histria talvez?

O poema no guarda a memria
Ele faz a sua prpria histria
Sem palavras, traos ou riscos

O poema retoma ao giz-de-cra
De uma infncia de cores
Para aliviar as dores
De quem nesta arte
Ser sempre aprendiz.

[Poema escrito em comemorao ao dia Mundial da Poesia - 21 de maro de 2007 - entrada da primavera no hemisfrio e do outono no hemisfrio Sul e Dia da rvore]
____________________________

*Aromas*

Que sabor tero as palavras hoje?
Mastigarei uma a uma at tritur-las
De uma maneira tal que mudem de estado
Do slido para o lquido at o gasoso.

Quando as linhas evaporarem
S restar a luz e o perfume
Amiscados com gosto e volume
Formando dos versos um harm.
____________________________

*Hay poesia[h de ser]ai do ser*

Quiz tu camino sea tan distinto del mio
Quiz nuestras fuerzas sigan lejanas
Y nuestros cuerpos tbios no se toquen.

Quiz tu piso no sea ms mi casa
y en tu espalda no haga securidad

Pero en la luna y en la constelacin de los cielos
Te veo a ti, ms hermoso que la puesta del sol.

Tus pelos niegros brilln
an que sea en la oscuridad.

Tu belleza me hace ver
que hay poesia en todo
En el ar,
en el suspiro
y en el silencio...

________________________

*P0 E SIA para PErfoRManc E
Personagens: cabea, a dor e o grito.*

Recursos: pouca luz, sem microfone, um martelo.

Cena: poeta com o olho fundo, preto, mrbido...

As idias giram enquanto...
h o que pensar?

O pensamento incmodo,
d dor de cabea.

A enxaqueca produzida
No traz alvio.

O HORRORRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR.....
AIIIAMMIMM HHAHAMAM;;;

gritar no convm
Oua o gemmmmmmmmmmmiido

O crebro sem trabalho
No LATEJA...

biografia:

Brenda Marques Pena. Nascida em Belo Horizonte, Minas Gerais [06/01/1981]. Poeta, fotgrafa, jornalista e baterista. A mineira, de Belo Horizonte, trabalha hoje em Braslia, DF, na Assessoria de Imprensa do Conselho Federal de Economia e Coordenadora do Projeto Imerso Latina de Comunicao Alternativa para Amrica Latina e Caribe [www.imersaolatina.com]. Atualmente, desenvolve pesquisas sobre Poesia Sonora e Semitica no Mestrado de Estudos Literrios da UFMG. Possui trabalhos literrios publicados em antologias nacionais e Internacionais organizadas por editoras de Braslia, Rio Grande do Sul, So Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Tm desenvolvido um trabalho de composio de poemas sonoros e performance em parceria com Wilton Azevedo no espetculo hipermdia: Poe-Machine que foi apresentado em fevereiro de 2007 no Festival: Sound, Performance and Language no Link Hall em Chicago, publicado no DVD do E-Poetry - o maior evento da poesia digital do mundo. Uma nova performance ser realizada no festival que ser realizado em maio deste ano em Paris, Frana. Para conhecer mais sobre a autora, acesse:
www.recantodasletras.com.br/autores/brenda www.cautionband.com.br/brenda.htm

imersao@imersaolatina.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s