s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Elvira Barbosa Camarinha [Cnsul - Braga]
Nacionalidad:
Portugal
E-mail:
Biografia
1-Romper a alma

Em frases que tal brutais,
felinos aguados punhais...
as lgrimas em fio,
depois de tanto filtro!
Que razo to forte,
que mansido fingida!
Os lobos uivam ferozes,
as crias tm fome de SER!
Romper a alma,
depois de cada adormecer,
em cnticos silvestres de madrugar
aplaudindo a hora do recomear!
Romper a alma
para o caos vomitar a calma...

2-Recuperar a inocncia

Sibilam no ar os odores
das papoilas libertinas,
outrora singelas,
cristalinas...
Dentro de mim urge a paz,
porque assim se faz,
quando o tempo quarenta.
Mera conveno?
Expresso e rugas
vestem as papoilas,
que juntas,
exalam o pio das perguntas...
Querem respostas!
Embalo-as no colo da persistncia,
porque o tempo devolver-lhes-
a suave e saudosa inocncia...

3-Donzela

Com violino e rabeca
donzela me sinto,
ao toar de Agosto quente,
com a alma ardente,
corpo decente.

Tesouro guardado.

Chave do cofre, escondida
algures,
perdida,
sinal de nova vida!

Donzela
nua de ps,
adormece na sua tela!

Tesouro apetecido.

Saudades tuas
sero manhs cruas...
donzela perdeu a sensualidade,
pecado arremessado
pelos senhores da Verdade!
Prazo de validade...

Tesouro requisitado.

Tarde,
fez-se noite,
a donzela fechou-se...
cadeado!

Saudades donzela do
teu Amor quente,
enfeitiado!

Donzela liberou o passado...
e dela ficou o beijo molhado.

biografia:

Sou um pssaro libertino, de plumas azul planeta...ecoo o canto do sol, morro nas asas de um co$3>!
Esrevinhar o meu viver.Costumo dizer aos meus alunos: escrevinhar, pois escrever requer treino,competncia e muita imaginao...
Sou uma mulher, hoje, feliz, pois posso, agora, partilhar o dedilhar de muitos pensamentos, atravs da magia da palavra.

elviracamarinha@gmail.com

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s