s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Maria Alice de Carvalho Estrella [Cnsul - Z-S-Pelotas-RS]
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
ACALANTO DO TEMPO


Permite
que eu fique por perto
sem palavras, em silncio
aconchegada no peito
da ternura descoberta.

O tempo caminhou muito
e est cansado de andar...

Nas linhas que a vida tece
somos caminhos cruzados
nos entremeios do acaso
que rege o inesperado.

O tempo caminhou muito
e est cansado de andar...

Repousa
teu jeito menino
no ombro do meu carinho

Estende
tuas mos vigorosas
na direo do horizonte

Conquista
a luz que ressurge
na claridade do cu

Viaja
nos braos da noite
na quietude do sono

Deixa
que os sonhos embalem
a alegria desperta
sem pressa, na calmaria
do mtuo bom que acontece
no instante que comporta
a plenitude das horas
no infinito do abrao...

O tempo caminhou muito
e est cansado de andar...

Permite
que eu te ame por inteiro
sem palavras, em silncio
na intensidade do gesto,
acariciando o teu rosto
na imensido de um celeiro,
que armazena colheitas
de risos e recompensas

...de um tempo que caminhou muito
e est cansado de andar...


Fugaz



Teu vulto ficou preso na porta,
tua mala perdeu-se na rua sem sada,
teu trem partiu para nenhum lugar...
Foste deixando pedaos de alma
por todos os caminhos
numa tentativa fugaz
de perpetuar o vazio
da tua eterna ausncia...
Viro a pgina do livro
e descubro um poema
nunca escrito
e sempre oportuno...
Apago a luz
e acaricio
a sombra da saudade
que, insistente,
deita ao meu lado
e suspira...

Vspera

Na vspera do encontro
espero tua chegada
e afago a almofada
em que reclino meu sonho.
Aninho, em mim,
Os carinhos que viro...
E os gestos acomodam
os mistrios
do fascnio
da festa que ser
o encontro de nossas almas
e de nossos corpos,
que se buscam
desde sempre,
porque desde sempre
desejam
um pouco de infinito
no efmero de tudo!

Biografa:

Maria Alice de Carvalho Estrella
, natural de Porto Alegre RS, bacharel diplomada pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Pelotas.
Poeta premiada com primeiros lugares em concursos nacionais.
Patrona da Feira Municipal do Livro de So Loureno do Sul em 1992.
Membro da Academia Sul-Brasileira de Letras, ocupando a cadeira n 32
Scia correspondente da Academia Literria Feminina do Rio Grande do Sul.
Scia da Casa do Poeta Riograndense
Participante da I Caravana Cultural do Mercosul Argentina e Uruguai, autografando o livro:
MERCOPOEMA com autores de quatro pases da Amrica Latina
Produziu e encenou uma Performance de poesia e prosa no Teatro Sete de Abril, abrindo as festividades da XXII Feira do Livro de Pelotas em 1994
Produziu e encenou Performance potica [monlogo] na Biblioteca Pblica Pelotense em 1995
Membro da Academia Pelotense de Letras, ocupando a cadeira n 12
Membro da International Writers and Artists Association
Verbete da Enciclopdia da Literatura Brasileira - n 349/9
Correspondente de vrios jornais culturais.
Publicou cinco livros independentes e participou de nove coletneas.
Cronista colaboradora do jornal Dirio Popular, escreve uma coluna, publicada no caderno
Dominical, semanalmente.
Publicaes:
POR ENTRE AS PEDRAS Poemas, 1989.
VITRAL - Poemas, 1995.
UM PERFIL NO TEMPO Crnicas, 1996.
eratura Brasileira-n 349/95CRNICAS Crnicas, 2001.
PERDIDOS E ACHADOS - Conto, 2003.

malicestrella@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s