s
s
s
s
s
s
s
s

El contenido de esta página requiere una versión más reciente de Adobe Flash Player.

Obtener Adobe Flash Player

Alexandre Souza
Nacionalidad:
Brasil
E-mail:
Biografia
Asas cortadas

J no te atrai o meu beijo
nem te faz sonhar o meu canto
j no te provoco desejo
e no te comove meu pranto

Eu que andava to sozinho
porm quieto em meu canto
que no andava rindo muito
mas tambm no sofria tanto

Senti minhas asas cortadas
quando notei teu desencanto
tua indiferena velada
me deu a tristeza por manto

Pr me envolver corpo e alma
deixando onde passo o espanto
quem me viu cantar a alegria
j no reconhece o que canto

Minha tristeza

Se queres saber de mim
vai perguntar a tristeza
ela a dona da casa
ela quem pe a mesa
quem vos escreve agora
versos tristes sem beleza

Se queres saber da tristeza
no venha perguntar a mim
pois nunca foi minha amiga
e eu nunca quiz ser assim
um andarilho na estrada
que nunca feliz no fim

Se queres saber da vida
eu nunca estive em seus planos
apenas nessa tristeza
apenas nos desenganos
nem vivo passando a vida
por mim que passam os anos

Se queres saber do caminho
no tenho um certo a seguir
o nariz aponta o caminho
aos ps cabe a misso:seguir
alheio qual boi na estrada
no sei onde vou...s sei ir

Soneto recifense

Gilberto Freire

H em mim um lado luzo
que vive de saudade e verso
um navegante dos sonhos
no Capibaribe imerso

H outro lado o tapuia
que dana ao som do flautim
um caboclinho guerreiro
que mora dentro de mim

Por fim meu lado africano
que pulsa forte em meu peito
num corao de tambor

Caboclo-de-lana azougado
sobrevivente do eito
saga da nao nag

biografia:

Nascido em Recife,estado de Pernambuco[Brasil],desde cedo me chamou a ateno a msica e a poesia de minha cidade,e dessa infncia potica-musical que tiro meus caminhos na doc viagem que a poesia.

Alexandresouza2006@yahoo.com.br

 

Desarrollado por: Asesorias Web
s
s
s
s
s
s
s